“Deus me mandou um suplemento do céu”, afirma Vitor Belfort

UFC

Em entrevista coletiva que antecede o UFC 187 e o combate pelo cinturão dos médios contra o campeão norte-americano Chris Weidman, Vitor Belfort foi muito questionado sobre a ausência do seu tratamento de reposição hormonal em seu período de treinamentos e deu uma resposta bem diferente do que é comum no esporte.

Veja também:
Brincadeira deixa 24 atletas do mesmo time presos em elevador
Tenista gata supera Neymar e é a atleta mais “vendável” do mundo
Neymar ostenta com capa de celular de ouro 24 quilates

“Atualmente eu não vejo os meus resultados de níveis de testosterona, peço aos médicos para não me mostrarem, pois não quero que isso interfira na minha cabeça. É uma deficiência que eu tenho, não existem tratamentos naturais para equilibrar os hormônios, mas Deus me mandou um suplemento do céu e está funcionando”, disse Belfort.

O tratamento de reposição hormonal, conhecido como TRT, foi proibido pela Comissão de Nevada, entidade responsável pela regulamentação do UFC nos EUA, fato que prejudicou diretamente o brasileiro. Ainda assim, por mais incrível que pareça, em um dos exames-surpresa realizados antes da luta deste sábado, os níveis de testosterona de Vitor Belfort estavam mais elevados do que os de Weidman, oito anos mais novo. Esta será a primeira luta que o “Fenômeno” vai fazer no UFC desde que o tratamento foi banido.

Crédito da foto: Getty Images



Redação do Torcedores.com