Cristóvão Borges lamenta não ter acertado com o Grêmio: “Foram poucos detalhes”

Getty Images

Cristóvão Borges esteve muito perto de ser o substituto de Felipão no Grêmio. O negócio só não saiu porque o treinador não quis abrir mão de trazer a sua comissão técnica.

LEIA MAIS:
Opinião: No Grêmio, quero titulos e não ser “imortal”
Matías Rodríguez confirma agressão sofrida por torcedor gremista: “É inaceitável”

“A minha vontade era muito grande (de treinar o Grêmio). O que atrapalhou muito foi o fato do Grêmio ter uma incompatibilidade com a comissão técnica. O Grêmio está concluindo a comissão permanente. Foi uma pena, foram poucos detalhes para que isso tivesse acontecido”, declarou em entrevista ao canal ESPN.

Borges, que está sem clube desde a saída do Fluminense em março passado, revelou que não foi a primeira vez que os gaúchos o procuraram.

“Essa é a segunda tentativa pra que eu fosse treinador do Grêmio. Foi pena não ter conseguido”, disse.

O provável destino do treinador é o Flamengo, que na noite da última segunda-feira anunciou a demissão de Vanderlei Luxemburgo, após o mau início no Campeonato Brasileiro.

O Grêmio segue atrás de um novo comandante. No entanto, cresceram as chances de o interino James Freitas ser efetivado no cargo até o final da temporada.

Getty Images



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)