Contratação de reforço faz médico entregar o cargo no Fluminense

O lateral-esquerdo Breno Lopes nem sequer estreou pelo Fluminense, mas colocou um mal-estar na diretoria do clube tricolor. A decisão de contratar o atleta foi tomada pelo departamento de futebol, após a descoberta de uma anomalia no coração.

LEIA MAIS: 
Fluminense faz últimos ajustes na equipe antes de enfrentar o Corinthians

A descoberta nos exames médicas, não foi aceita pelo vice-presidente médico, Sérgio Galvão. Por conta deste problema, o médico do clube vai entregar o cargo na segunda-feira. O próprio comentou em entrevista para o site Lance!

“Vou entregar o cargo na segunda-feira. O departamento médico tomou uma decisão. A posição foi passada para o departamento de futebol, que nos desautorizou. Não posso dar detalhes do caso por ética médica. Tomei a decisão de sair e ela vai ser comunicada no início da semana”, disse Sérgio Galvão.

Breno Lopes começou a negociar com o Tricolor das Laranjeiras no final de abril, mas só foi anunciado oficialmente pelo clube na última quinta-feira. A apresentação do jogador chegou a ser marcada, mas foi cancelada pela diretoria por conta do problema nos exames médicos, que colocou Mário Bittencourt, vice de futebol, em uma rota de colisão com Sérgio Galvão.

O site ainda diz, que os exames ao qual o atleta foi submetido diagnosticaram uma miocardiopatia, doença do coração que pode ser letal. Cinco laudos médicos avalizaram a contratação do jogador. Nabil Ghorayeb, maior referência do país em cardiologia.

Foto: Divulgação/Site Oficial do Fluminense.

 



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com