Cabe no seu time? Cuca não está livre, mas está na corda bamba no futebol chinês

Cuca
Foto: Reprodução/Shandong Luneng

Campeão da Libertadores de 2013 sob o comando do Atlético-MG, o técnico Cuca se mudou para a china para comandar o Shandong Luneng, em janeiro de 2014, visando a questão financeira. E hoje, pouco mais de um ano depois, o o brasileiro ainda não obteve sucesso no futebol chinês.

LEIA MAIS:
Cinco motivos pelos quais o Galo sente falta de Cuca

Com alguns brasieleiros no elenco, como Júnior Urso (ex-Coritiba), Aloísio Boi Bandido (EX-São Paulo) e Diego Tardelli (ex-Atlético Mineiro), Cuca foi muito mal na temporada de estreia e na Liga dos Campeões da Ásia, o Shandong Luneng ficou com lanterna de sua chave com apenas cinco pontos.

No Campeonato Chinês, o Shandong ficou apenas com a quarta colocação, com 48 pontos, 22 atrás do campeão Guangzhou Evergrande e com nove a menos que o terceiro colocado.

Já em 2015, o time comandado por Cuca foi praticamente humilhado na Liga dos Campeões da Ásia e não passou nem da fase de grupos. No campeonato local, o Shandong ocupa a vice-liderança empatado em pontos com os cinco primeiros colocados.

A fase de Cuca, assim como a de Diego Tardelli, não é boa no futebol chinês. Em janeiro, o treinador admitiu as dificuldades de adptação a cultura do pais e isso poderia ser uma deixa para retornar ao Brasil.

Cuca tem contrato com o Shandong até 2016 e através de comunicado oficial, o grupo empresarial que administra o clube reconheceu o período nebuloso e pediu o apoio dos torcedores do clube.

A grande pergunta é: com tantos clubes grandes sem técnico e alguns na corda bamba, Cuca caberia no seu time? Se sim, esse seria o momento ideal pra fazer uma sondagem ao treinador e quem sabe trazer na bagagem Tardelli, Aloísio ou Montillo.

Foto: Reprodução/Twitter