6 jogadores para ficar de olho na final do NBB7

Facebook

Na próxima terça-feira (26/05), começa a sétima final do NBB, no HSBC Arena, no Rio de Janeiro, às 21h30. O duelo envolve o cinco vezes finalista do campeonato e tricampeão Flamengo contra o estreante Bauru, que vai para sua primeira decisão do maior campeonato de basquete do Brasil. Apesar da experiência em finais dos flamenguistas, os baurenses não ficam muito atrás. Afinal, ambos times colecionam grandes jogadores, que poderão fazer toda a diferença em quadra. Por isso, separamos seis jogadores para ficar de olho na final do NBB7.

LEIA MAIS
Em série disputada, Bauru vence 5° jogo contra Mogi e vai para sua 1ª final do NBB
Quem merece o prêmio de melhor sexto homem do NBB7?

1) Murilo Becker, Bauru
O pivô do Bauru, de 2,08 metros de altura e 31 anos, surpreendeu a todos nos dois últimos jogos da série da semifinal contra o Mogi. Pai de quadrigêmeos, ele foi o autor do duplo-duplo de 17 pontos e 12 rebotes na última partida, além de ter feito os dois pontos que ajudaram o Bauru vencer a quarto jogo da série no tempo extra. Nesta temporada, Murilo tem a média de 10, 09 pontos e 4,91 rebotes por partida.

2) Olivinha, Flamengo
Quando o assunto é rebote, é só chamar Carlos Alexandre do Nascimento. Mas, quem seria esse? Bem, mais conhecido como Olivinha, ele é o pivô do Flamengo, de 2,03 metros de altura e 32 anos e que tem a média de 10,54 pontos e 5,97 rebotes por jogo na atual temporada. Considerado o maior reboteiro de todos os tempos do NBB, com 2125 sobras, o que o levou ao prêmio de melhor “reboteiro” da temporada 2009/2010 e à votação do mesmo troféu esse ano.

3) Ricardo Fischer, Bauru
Jovem armador do Bauru, Ricardo tem sido uma peça chave nos jogos de seu time. No último jogo, foi o cestinha em quadra com 20 pontos. Já na partida 2 da série contra o Mogi, o jogador de 24 anos acertou um arremesso de três pontos nos segundos finais, o que levou o Bauru à vitória.Com 1,83 metros de altura e 24 anos, ele tem a média de 6,28 passes perfeitos por jogo, além de 11,08 pontos por partida. Não é à toa que ele foi eleito o MVP (jogador mais valioso) do Jogo das Estrelas do NBB 2015 e indicado ao prêmio de jogador que Mais Evoluiu do NBB 7 e de melhor jogador de assistências do NBB7.

4) Marquinhos, Flamengo
Quem não podia ficar de fora desta lista é Marcus Vinícius Vieira de Sousa, mais conhecido como Marquinhos. Eleito quatro vezes como o melhor ala do NBB, ele vem para mais uma disputa pelo prêmio este ano. Aos 30 anos e com 2,07 metros de altura, ele é dono também do título de MVP da temporada 2012/2013 e da média de 16,08 pontos e 4,56 rebotes por jogo no NBB7. Sem contar que foi o cestinha da partida 2 da semifinal contra o Limeira, com 25 pontos, cinco rebotes e cinco assistências.

5) Alex Garcia, Bauru
Um dos mais velhos em quadra, Alex, aos 35 anos, vai para sua quinta final de NBB, sendo as quatros anteriores com o time Brasília. Com sua forte marcação e boas jogadas, ele vem sendo um dos pilares do time de Bauru. O ala, de 1,92 metros de altura, tem a média de 14,42 pontos e 5,45 rebotes por jogo, está entre os melhores marcadores e jogadores eficientes da competição, por isso concorre ao prêmio desses dois quesitos no NBB7. Lembrando que nas seis edições anteriores, Alex foi eleito o melhor marcador do torneio.

6) Marcelinho Machado, Flamengo
O mais experiente em quadra também não poderia ficar de fora da lista. Aos 40 anos, Marcelinho Machado vai para sua quarta final de NBB e continua sendo uma peça chave para os flamenguistas. Apesar de uma temporada irregular (além de uma briga com o técnico José Neto), o ala também da seleção brasileira foi decisivo no último jogo da semifinal contra o Limeira, ao fazer três bolas de três e 11 pontos só no último quarto.

Foto: Reprodução/Facebook



Jornalista pós-graduada em jornalismo esportivo e apaixonada pelo basquete desde os 11 anos de idade, independente do campeonato e da nacionalidade.