Terceira etapa do mundial de surf contará com mais um brasileiro

A “tempestade brasileira” terá um reforço de peso para a terceira etapa do mundial de surf, que encerrará a perna australiana. Alejo Muniz, atleta responsável por eliminar Kelly Slater e Mick Fanning em Pipeline e coroar Gabriel Medina como campeão mundial, foi contemplado com um Wild Card pela organização do evento.

LEIA MAIS:
Medina pode assumir a liderança do ranking mais cedo do que você pensa
Sucesso de brasileiros da elite do surfe faz Globosat comprar Mundial

Alejo Muniz, o argentino que é naturalizado brasileiro, só precisou de um convite para participar do evento pois, no ano passado, o surfista acabou sendo rebaixado, por não somar os pontos suficientes para se manter no circuito mundial de surf, o WCT. Com isso, Alejo disputa o WQS nesta temporada, e vem numa crescente, já faturando uma etapa prime (a que dá mais pontos ao ganhador) e estando na segunda colocação do ranking.

Ainda no final do ano passado, Muniz já vinha bem, com bons resultados nas últimas etapas, chegando até as quartas de final no Havaí. Porém, sua primeira metade do ano foi a grande responsável pela sua queda para o circuito qualificatório.

Na foto postada em rede social, no qual o atleta compartilha com todos o convite, Alejo comemora a definição da liga, que o deixou na apreensão: “Então, agora tá valendo … é com muita alegria que venho dividir com vocês essa notícia: A World Surf League me convidou oficialmente para competir na etapa de Margaret River, Australia. Estou muito feliz!!!!!!!!!!!”

O surfista ainda sonha alto, e espera ser convocado para outras etapas da elite mundial em 2015. “Espero ser convidado para muitas outras, pois esse é o meu mundo, essa é a minha vida”. Vale lembrar que a quarta etapa será realizada no Rio de Janeiro, e se Alejo Muniz for bem na terceira etapa, há grandes chances que ele venha a ser convocado novamente.

A terceira etapa que acontecerá em Margaret River tem início no próximo dia 15, com a janela de competição se estendendo até 26 de abril. Com Alejo, o Brazilian Storm terá oito representantes na Austrália. Gabriel Medina, Filipe Toledo, Adriano de Souza, Miguel Pupo, Ítalo Ferreira, Wiggolly Dantas e Jadson André já tem suas vagas asseguradas.

Crédito da imagem: Divulgação/
* Curtiu esta matéria? Siga o autor no Twitter: @aleextavares



Jornalista em formação no Mackenzie, estagiário do Torcedores.com e fotógrafo. Fanático por basquete, tênis, surf, futebol e futebol americano.