Sucesso de brasileiros da elite do surfe faz Globosat comprar Mundial

Em comunicado oficial no site, a World Surf League informou que a Globosat comprou os direitos de transmissão da liga para o Brasil por anos. Atualmente, a ESPN transmite o evento, ainda que de forma superficial. Com a aquisição e a possível transmissão pelo Sportv, uma nova concorrência entre os canais surgirá, assim como ocorreu com a NBA recentemente.

LEIA MAIS:
O’Brien quase é acertado por Standle Up de 7 pessoas em onda gigante

O título do comunicado é bem ambicioso, com os dizeres: WSL inova no Brasil com a Globosat. A ideia de estar quebrando barreiras e atingir mais de 50 milhões de brasileiros através da transmissão, anima e muito o CEO da liga, Paul Speaker. “É o momento mais emocionante da história do esporte. As ótimas performances dos atletas ao redor do mundo, o atletismo e o drama competitivo que o surf profissional atingiu nos últimos 24 meses. Firmar essa parceria com a Globosat, expondo o surf para uma audiência gigante, representa um grande passo para o esporte e ilustra o grande momento que a WSL está vivendo”.

A WSL é pioneira na transmissão via streaming, e vem crescendo nos últimos 24 meses, incluindo a transmissão em português, devido às altas audiências que o Brasil estava tendo. Ao firmar essa parceria com a Globosat, a liga procura conseguir audiências ainda maiores e mostrar que está no topo da classe, podendo negociar com qualquer empresa.

Para o CEO de esportes da Globosat, Pedro Garcia, “é uma honra poder continuar com a WSL e trazer o que há de melhor no mundo do surf”, uma vez que possuem uma longa relação com o universo do surf.

Ainda sem revelar por quantos anos o direito de transmissão se perdurará, e muito menos quando as transmissões começarão a serem feitas pelos canais Globosat, a liga continua com seu conteúdo streaming. Atualmente, o Canal Off possuí duas séries que mostram o dia a dia do WCT, o Braziliam Storm e o Mundo Medina. Durante os episódios, pode ser visto que a WSL sede muitas imagens dos campeonatos para os programas. Com a parceria, a tendência é que isso aumente.

Outro sinal que a Globosat investiu com o pé direito, é que atualmente, Gabriel Medina, o atual campeão mundial, é o garoto propaganda desejado pro qualquer publicitário, e com os direitos de transmissão, os canais poderão usar imagens do novo ídolo brasileiro para atraírem ainda mais público para o canal que transmitir. Não obstante, esse ano, o Brasil está no topo da WSL, com Filipe Toledo dividindo a liderança do campeonato, Adriano de Souza em terceiro, além de Miguel Pupo e Medina na oitava e nova colocação do Ranking Mundial, respectivamente.

Crédito da Imagem: Divulgação/Instagram
* Curtiu esta matéria? Siga o autor no Twitter: @aleextavares



Jornalista em formação no Mackenzie, estagiário do Torcedores.com e fotógrafo. Fanático por basquete, tênis, surf, futebol e futebol americano.