São Paulo vai à Argentina por Sabella e recebe prazo para resposta do treinador

São Paulo
Getty Images

Nesta quinta-feira, Ataíde Gil Guerreiro, vice-presidente do São Paulo, se encontrou na Argentina com Alejandro Sabella, e deve esperar a definição do treinador com o Manchester City até a sexta-feira do dia 17, para enfim efetivá-lo no cargo vago com a saída de Muricy Ramalho, na última segunda-feira.

LEIA MAIS:
São Paulo vai inscrever Wesley e Antonio Carlos na segunda fase do Paulistão
Na busca de substitutos para Kardec, São Paulo sonda Ricardo Oliveira

Após a reunião, segundo reportagem do UOL Esporte, as possibilidades de Sabella, Abel Braga, Vanderlei Luxemburgo e Jorge Sampaoli se tornarem treinadores do clube do Morumbi são as mesmas, segundo o próprio Ataíde.

De acordo com Sabella, ele não pode aceitar a proposta do São Paulo até o fim da semana que vem, devido à indefinição na concorrência pelo cargo no Manchester City. Seu estafe também alega que Carlo Ancelloti, atual treinador do Real Madrid, está na disputa da vaga.

O que dificulta para a diretoria tricolor é que as informações do argentino e estafe não batem com as da imprensa na Inglaterra. A mídia local nem chegou a citar o possível interesse do City em Sabella para o posto na temporada 2015-16.

Uma reunião entre a diretoria do São Paulo, que deve definir os próximos passos do clube com os treinadores nos próximo dias, está marcada para o fim de semana. A cúpula pode decidir esperar o prazo do argentino, mas corre risco de perder Abel Braga, que apesar de ter aceitado o São Paulo, possui proposta multimilionária dos Emirados Árabes.

Vanderlei Luxemburgo, nome que ganhou força entre os bastidores e torcedores, já disse que aceitaria e tem vontade de comandar o clube paulista. O impasse na negociação está no contrato do treinador, o qual possui uma cláusula com valor de R$1,2 milhões a serem pagos se quiser tirá-lo do Flamengo.

Mais um argentino volta a ter seu nome especulado do São Paulo. Jorge Sampaoli. Atual comandante do Chile foi cogitado logo após a saída de Muricy, mas não vai deixar o comando da seleção antes da Copa América. Porém, se os mandatários tricolores decidirem manter o interino Milton Cruz até o segundo semestre, o principal alvo deve ser Sampaoli, que se encaixa no perfil desejado pela diretoria e já deu sinal verde para o clube.

Foto: Getty Images



Estudante de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi, torcedor do São Paulo, Barcelona e Borussia Dortmund, fã de futebol europeu, NBA e esportes radicais.