Qual o significado das estrelas nas camisas dos clubes alemães na Bundesliga?

Montagem

No futebol brasileiro, não existe um critério definido para o uso de estrelas. Tem clube que coloca conquistas nacionais, outros internacionais, alguns, inclusive, um pouco dos dois… Mas e na Alemanha, como funciona?

LEIA MAIS
Possível camisa do Arsenal “bizarra” vaza na internet; veja
Após criticar a França, Ibrahimovic é suspenso por quatro partidas

Após a criação da Bundesliga, na temporada 1963/1964, o critério para utilização das estrelas nas camisas dos clubes foi estipulado. Ou seja, conquistas anteriores não são contabilizadas. A regra vigente é a seguinte:

Uma estrela: a partir de três títulos nacionais
Duas estrelas: a partir de cinco títulos nacionais
Três estrelas: a partir de 10 títulos nacionais
Quatro estrelas: a partir de 20 títulos nacionais

Simples assim.

Apenas seis clubes que disputam a Bundesliga possuem estrelas em suas camisas, são eles:

Bayern de Munique: quatro estrelas (22 títulos da Bundesliga)
Borussia Dortmund: duas estrelas (5 títulos da Bundesliga)
Borussia M’Gladbach: duas estrelas (5 títulos da Bundesliga)
Werder Bremen: uma estrela (4 títulos da Bundesliga)
Stuttgart: uma estrela (3 títulos da Bundesliga)
Hamburgo: uma estrela (3 títulos da Bundesliga)

Outros clubes também possuem títulos nacionais, porém ainda sem estrelas. É o caso do Colônia e do Kaiserslautern, ambos com dois títulos da Bundesliga. O Colônia, inclusive, foi o primeiro campeão na nova liga, na temporada 63/64.

Como já mencionado, os títulos conquistados antes da criação da Bundesliga não são contabilizados no critério das estrelas. Quem perde com isso são times como o Schalke 04, que possui sete títulos nacionais anteriores à padronização, bem como o Nuremberg, que possui oito títulos conquistados antes do formato atual.

A “piada” da Bundesliga, por assim dizer, é o Bayer Leverkusen. O clube nunca conquistou um campeonato nacional, seja no modelo antigo ou no novo. Por conta disso, é “carinhosamente” chamado de “Neverkusen” pelos torcedores rivais.

Foto: Montagem