Programa de sócio-torcedor do Grêmio sofre com estagnação em 2015

A rivalidade entre Grêmio e Internacional também acontece quando o assunto é sócio-torcedor. Porém, neste quesito, o Tricolor Gaúcho leva uma lavada do rival, apesar de estar bem colocado e dentro do Top 5. Com o crescimento de Corinthians e Palmeiras, caiu da segunda para a quarta posição.

O Torcedores.com analisa o programa de sócio-torcedor do time e avalia os motivos da estagnação no ranking.

Número de sócios:

Segundo o Torcedômetro, a ferramenta do Movimento por Um Futebol Melhor que faz a contagem do número de sócio-torcedores dos clubes inscritos no programa, o Grêmio tem 81.660.

Evolução em 2015:

O Tricolor contabilizou apenas 1.334 novos sócios-torcedores, sendo apenas o 12º colocado.

Divisão dos planos:

Há três tipos de planos para o gremista: 1) o Sócio-torcedor Diamante; 2) o Sócio-torcedor Ouro e 3) o Sócio-locatário de Cadeira.

Valores:

O sócio-Diamante paga uma mensalidade de R$ 45,00 e mais R$ 10,00 da taxa do cartão social. Este plano prevê desconto na compra de ingressos para jogos na Arena, preferência na compra de ingressos, desconto antecipado pela internet, direito de voto nas eleições, participação em promoções descontos e sorteios, desconto de 10% na loja oficial do clube no Olímpico, além de diversos convênios com benefícios e descontos exclusivos.

O sócio desta categoria tem desconto de 50% na compra dos ingressos das arquibancadas Norte e Superior, 40% (cadeiras Gramado Sul) e 30% (cadeiras Gramado e Gold).

O sócio-Ouro paga mensalidade menor (R$ 26,00), mais R$ 10,00 da taxa do cartão social e possui vários benefícios como desconto na compra de ingressos para jogos na Arena, preferência na compra de ingressos desconto antecipado pela internet, direito de voto nas eleições, participação em promoções descontos e sorteios, desconto de 10% na GrêmioMania do Olímpico, além de diversos convênios com benefícios e descontos exclusivos. O que difere do plano anterior é o valor do desconto: apenas 10% em todos os setores da Arena.

Para aquele torcedor que prefere a comodidade e já ter o seu lugar garantido há a categoria Sócio Cadeira. Por uma mensalidade a partir de R$ 120,00 (Alta Corner), o gremista tem acesso a todos os jogos do Tricolor na Arena. Outros valores: R$ 169 (Alta Central), R$ 220 (Gramado Corner), R4 269 (Gramado Central), R$ 289 (Gold Sul), R$ 360 (Gold Central).

Pontos fortes:

O plano sócio-Diamante concede ótimos descontos, além de oferecer uma série de benefícios aos gremistas, que vão desde a preferência na compra de ingressos pela internet a diversos convênios com empresas e descontos exclusivos. O torcedor que acompanhou a partida contra o Novo Hamburgo pelas quartas de final do Gauchão pagou R$ 20 pela arquibancada norte. Torcedor comum pagou em dobro.

Pontos fracos:

O plano sócio-Ouro poderia oferecer melhor desconto em todos os setores da Arena.

Opinião:

O número de sócio-torcedores do Grêmio estagnou em 2015. Afinal, na reta final da temporada passada, o time deixou escapar a vaga na Copa Libertadores, o que certamente provocou um certo desinteresse. Outros pontos que contribuíram para a baixa adesão foram as saídas de importantes jogadores com o meia Zé Roberto e os atacantes Dudu e Barcos.

Espera-se que no segundo semestre, o clube reverta o quadro. Uma possível conquista do Estadual, que não vem desde 2010, pode ajudar, assim como a provável permanência do raçudo meia uruguaio Cristian Rodríguez, que mesmo tendo disputado apenas uma partida com a camisa gremista, mostrou forte identificação com a torcida. Ainda se recuperando de lesão muscular, o camisa 7 está emprestado pelo Atlético de Madrid apenas até o meio do ano, mas o desejo da diretoria gremista é para que ele prolongue o vínculo.

Crédito da foto: Divulgação



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)