Paredão do Molico/Nestlé iguala recorde na Superliga

Reprodução/Facebook

Equipe de Osasco fez 27 pontos no primeiro jogo da semifinal da Superliga Feminina de Vôlei diante do Sesi-SP. Essa marca, rendeu o time o posto de equipe que mais pontos fez com o fundamento em uma partida. Os números são iguais a equipe de São Caetano, que até a partida do último sábado estava isolada neste quesito. Na ocasião, o time do ABC Paulista fez o mesmo número de pontos na vitória por 3 a 2, diante do Rio do Sul na temporada 2011/12.

LEIA MAIS

Opinião: Rexona é o favorito ao título da Superliga

Sesi-SP espera melhorar seu jogo contra o Molico

Um dos fatores que ajudam o time do Molico/Nestlé é o bom rendimento de suas centrais, Thaísa e Adenízia. A segunda marcou na primeira partida da semifinal nove pontos de bloqueio. Outro fator que ajuda a entender os números é que o time de Osasco está na primeira posição no ranking da CBV no fundamento, com 25,53% de aproveitamento, ao todo, foram feitos 362 pontos de bloqueio durante a competição.

O estudo dos adversários feito pela comissão técnica do Molico/Nestlé ajuda as jogadoras a se posicionar melhor dentro de quadra para executar bem o fundamento. Para o técnico Luizomar de Moura esse fator é de extrema importância. ” Acredito que essa performance tem a ver também com o conhecimento e estudo que fizemos do adversário e de suas levantadoras. Enfrentamos o Sesi algumas vezes na temporada e analisamos bastante a equipe”, explica o comandante.

O time de Osasco deseja manter esse rendimento na próxima partida na sexta-feira, diante do Sesi-SP, em Osasco. Uma vitória classifica o time para a final da superliga feminina de vôlei. Para isso, o trabalho da comissão técnica e das jogadoras terão de ser muito eficientes para parar os ataques de Fabiana e companhia.