Palmeiras muda defesa e vê resultados no Estadual

Arouca (1 jogo)- Reprodução

De 2014 para cá, o Verdão mudou da água para o vinho. O setor defensivo é um dos melhores do Paulistão.

LEIA MAIS:
Dois meses depois, Cleiton Xavier é apresentado no Palmeiras.

O Palmeiras mudou bastante se compararmos com o Brasileirão de 2014. Ano passado, o time, que foi comandado por Ricardo Gareca e Dorival Júnior, teve a pior defesa do torneio. Foram 59 gols sofridos em 38 partidas. Em média, o Verdão levava 1,55 gol por partida.

Com o fim da primeira fase do Estadual, os números melhoraram bastante. De péssima defesa no Nacional, virou uma das melhores do Estadual em 2015. Até agora foram somente 10 gols sofridos em 15 jogos.

Foram várias alterações. João Pedro, Nathan e Renato são reservas e provavelmente devem continuar nesta condição. Lúcio, Gabriel Dias e Victorino já deixaram o clube. Apenas o goleiro Fernando Prass e o argentino Tobio são os remanescentes da péssima campanha que quase levou o Palmeiras para a Série B.

O estilo de Oswaldo de Oliveira também contribuiu bastante para a melhora perceptível. Com uma defesa mais compacta, o Verdão toma menos sustos. A experiência de Zé Roberto e a versatilidade de Arouca permitem que o time tenha mais segurança no setor defensivo.



Thiago Gomes é Administrador de Empresas. Trabalha com estratégias digitais e consultoria de e-commerce. É palmeirense e um apreciador do futebol, tanto nacional quanto internacional. Escreve para site esportivo desde 1996.