Mercado da bola: Atlético-PR ganha briga com Goiás e fecha com Walter até 2017

O Atlético Paranaense ganha briga com o Goiás e fecha com atacante Walter, que está emprestado ao Fluminense, e pertence ao Porto-POR. A proposta do Furacão foi aceita e aprovada pelo atleta e também pelo clube português que aceitou os termos oferecido pelo clube rubro-negro, a ideia que o jogador atue no clube paranaense por três temporadas.

LEIA MAIS:
Brasileiro valoriza campanha do Atlético no Campeonato Espanhol

Walter terá salário de R$ 180 mil por mês no primeiro ano, já na segunda temporada pelo clube paranaense terá reajuste de R$ 200 mil por mês e no terceiro ano no Furacão irá receber R$ 220 mil por mês. O Atlético-PR tem opção de compra de 20% dos direitos econômicos, após o término do contrato.

O atacante também irá receber pela assinatura do contrato R$ 500 mil em luvas, que será dividido em dez parcelas. O empresário Teodoro Fonseca está cuidando de todo o caso, junto com o presidente do clube paranaense, Mário Petraglia.

Já a proposta do Goiás era de R$ 150 mil por mês, sem luvas, além de oferecer uma proposta de dois anos para o centroavante voltar ao clube esmeraldino. O presidente Sérgio Rassi chegou a comentar em entrevista coletiva, que havia feito a oferta ao jogador, mas preferiu não entrar em leilão com o Atlético-PR.

O jogador irá encontrar o técnico Enderson Moreira pela terceira vez em sua carreira, a primeira vez aconteceu no Internacional e a segunda oportunidade foi no Goiás onde ficou por dois anos no clube goiano.

Foto: Getty Images



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com