Investidor que colocou Centurión no São Paulo, se torna diretor de marketing do clube

O São Paulo segue fazendo suas mudanças, em cargos de suma importância para o dia a dia do clube. Depois de Muricy Ramalho e seu auxiliar, Tata, saírem do time, Vinicius Pinotti, investidor que viabilizou a contratação do argentino Centurión, foi anunciado como o novo diretor de marketing do Tricolor.

LEIA MAIS:
Próximo técnico do São Paulo será definido pelo Manchester City; Entenda
Luis Fabiano encaminha saída do São Paulo para ir aos Estados Unidos

O executivo ocupará o lugar de Ruy Barbosa, que sai da posição muito criticado por três pontos que têm sido os maiores problemas do São Paulo fora de campo: os elevados preços dos ingressos para a Libertadores, o programa de sócio-torcedor e a ausência de um patrocinador master na camisa.

Entrevistado pelo GloboEsporte.com, Barbosa alegou que não conseguiu implantar seus projetos no clube devido à politicagem, que segundo ele, está em primeiro lugar no São Paulo atualmente. De acordo com o ex-executivo, o clube precisaria desvincular seu departamento de marketing da política e fazê-lo ser administrado externamente, para que os profissionais da área tenham mais liberdade e, principalmente, verba para tocar os projetos.

Pinotti, também entrevistado, concorda com o ex-diretor sobre a questão da necessidade de se profissionalizar algumas atividades do clube, principalmente para atrair patrocinadores, mas discorda que todos os problemas que viveu o departamento, neste começo de temporada, estão atrelados a isso.

Para o novo diretor, o São Paulo precisa criar um plano de sócio-torcedor mais vantajoso aos torcedores, com benefícios que vão além de descontos nos preços dos ingressos e que eles, sim, têm de ter valores mais em conta dos que os que são cobrados hoje.

Pinotti argumenta que vale mais a pena ao clube ter 50 mil pessoas no estádio, com renda de cerca de R$ 1 milhão, do que a mesma renda, com 20 mil presentes, que pagaram um valor mais alto pela entrada. Na visão dele, é mais vantajoso ao clube deixar de arrecadar mais com bilheteria no cenário com 50 mil torcedores, para poder ganhar por outros meios, como alimentação e comercialização de produtos oficiais do time ao longo da partida.

Vinicius Pinotti tem 38 anos e é reconhecido pelo mercado por ser um dos acionistas da empresa de cosméticos Natura. Torcedor do São Paulo, ele estreitou laços com o clube depois de investir R$ 14 milhões para ajudar na contratação de Centurión, no início da temporada.

Dali em diante, Pinotti se tornou diretor-adjunto e assessor do presidente Carlos Miguel Aidar, cargo que sequer existia antes de sua chegada e que será acumulado pelo novo diretor de marketing nessa nova fase profissional.

Foto: Divulgação / São Paulo FC



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...