Hulk é artilheiro e comanda o Zenit na Rússia. Suficiente para convencer Dunga a convocá-lo?

Getty Images

O atacante Hulk é o cara do Zenit na atual temporada. Após atuações nada brilhantes durante a Copa do Mundo, o jogador recuperou o bom futebol e se destaca na equipe russa, que lidera o torneio nacional com folga. Será que o paraibano ainda tem espaço na equipe de Dunga?

Apesar do ótimo momento, Hulk terá que superar a imagem ruim que deixou com o treinador da seleção brasileira por conta de um pedido de dispensa ano passado.

O treinador não gostou nada de ver o atacante em campo pelo Zenit poucos dias depois de pedir ser cortado da equipe que enfrentaria Colômbia e Equador, em setembro de 2014.

Hulk se machucou no dia 31 de agosto e os médicos do Zenit informaram que o prazo de recuperação era de quatro a seis semanas, o que resultou no corte da seleção. No entanto, a recuperação foi acelerada e ele entrou em campo já no dia 13 de setembro, quatro dias depois do duelo entre Brasil e Equador.

Na lista seguinte, para os duelos contra Argentina e Japão, o atacante do time russo foi deixado de fora de vez e Robinho ganhou o espaço. “Temos cadeiras vazias. Se alguém levanta, outro senta, e aí vai ter que esperar sentar de novo”, disse Dunga ao comentar o caso.

Desde então, Hulk só cresceu de produção e hoje é o artilheiro do Russo com 11 gols em 20 jogos, além de seis assistências. Em torneios europeus, são outros cinco gols e duas assistências.

Hoje, o treinador da seleção brasileira tem Willian, Oscar e Roberto Firmino como primeiras opções para o setor ofensivo – além de Neymar. Resta saber se o bom futebol e o protagonismo na Rússia farão Dunga mudar de ideia.

Crédito da foto: Getty Images



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.