Elenco do Inter homenageia Fabrício com um cone no rachão; Entenda

O lateral-esquerdo Fabrício, que teve um surto de raiva na última quarta-feira (1º), durante o jogo contra o Ypiranga, pelo Campeonato Gaúcho, xingou a torcida, foi expulso, jogou a camisa Colorada no chão, disse que iria embora e foi descartado pela diretoria, recebeu uma homenagem bem humorada de seus ex-companheiros na tarde desta terça-feira (7).

LEIA MAIS:
Fabrício está descartado pelo Inter, diz presidente: “não tem condições de permanecer”
Cinco motivos para explicar a pressão em Diego Aguirre, no Inter

Depois das atividades técnicas e táticas, o técnico Diego Aguirre liberou o grupo para o tradicional rachão e os jogadores colocaram um cone em campo, com um colete amarelo, que segundo eles, representava Fabrício.

Ao longo da confraternização, alguns jogadores chamavam a atenção de “Fabrício”, dizendo para ele disputar as bolas e se dedicar mais ao time. Outros até tentaram tabelar com o cone, para fazê-lo interagir com os demais.

No final do rachão, o atacante Jorge Henrique explicou a brincadeira: “colocamos o cone porque ele (Fabrício) era o capitão do rachão, não podia faltar”, disse o jogador ao Zero Hora.

Fabrício, de 28 anos, estava no Inter desde 2011. O presidente do clube, Vitório Píffero, avisou ontem, durante coletiva de imprensa, que ele será negociado com outro clube. Segundo o dirigente, já existem interessados no jogador e o negócio deve ser concretizado ainda nesta semana.

Foto: Divulgação / SC Internacional



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...