Caso dos patrocínios chega à FIFA, que promete analisar

Crefisa

Entidade máxima do futebol promete analisar situação dos patrocínios nas camisas dos juízes.

LEIA MAIS:
Sem Maikon Leite, Palmeiras divulga lista de inscritos para fase final do Paulistão

Crefisa e Faculdade das Américas, patrocinadoras do Palmeiras, poderão ter dor de cabeça em um futuro próximo. Após fechar negociação e estampar as marcas nas camisas dos árbitros para a segunda fase do Estadual, uma quantidade grande de boatos surgiram.

Até o próprio técnico Oswaldo de Oliveira se viu contra a situação. O caso, inclusive, chegou na FIFA. “A Fifa irá analisar essa situação e, se necessário, contactar a CBF para falar sobre esse assunto. Até que essa investigação seja concluída, não iremos fazer nenhum tipo de comentário sobre o caso”, disse Aloïs Hug, porta-voz da entidade, para o site da ESPN.

Segundo um trecho do regulamento, para não ocorrer conflito de interesses, esse tipo de patrocínio é vetado. Marcos Marinho, dirigente da FPF, negou que voltaria atrás no negócio.



Thiago Gomes é Administrador de Empresas. Trabalha com estratégias digitais e consultoria de e-commerce. É palmeirense e um apreciador do futebol, tanto nacional quanto internacional. Escreve para site esportivo desde 1996.