Atacantes decidem e Atlético-MG segue vivo na Libertadores

Foto: Bruno Cantini

O sonho do bicampeonato da Libertadores continua para o Atlético-MG. Com gols de Carlos (foto) e Guilherme, o time venceu o Independiente Santa Fe nesta quinta (9) na Arena Independência, em Belo Horizonte, por 2 a 0.

LEIA MAIS:
Thiago Ribeiro admite chateação com diretoria do Santos: “queria ser valorizado”
Cruzeiro bate Mineros com gol de bicicleta e bomba de Damião

“Me sinto em casa. Lesão é uma das piores coisas no futebol. Esta festa da torcida é um dos motivos por eu ter acreditado na recuperação”, declarou Guilherme, ao reconhecer o carinho dos atleticanos que pediram pela sua entrada no jogo desde o primeiro tempo. Ex-jogador do Cruzeiro, ele fez sua estreia na temporada após se recuperar de lesão na coxa e correspondeu ao marcar o segundo gol do jogo.

Outro destaque do jogo foi o atacante Carlos. Ele marcou o primeiro gol do Atlético, aos 14min do primeiro tempo. No lance, Rafael Carioca roubou a bola no meio de campo e tocou para Jesus Dátolo. O argentino lançou na área, Lucas Pratto desviou de cabeça e a bola chegou para Carlos, que tocou de pé direito para abrir o placar.

No segundo tempo, Carlos deu um susto na torcida do Atlético-MG. Durante uma jogada confusa na área do goleiro Castellanos, o atacante levou uma pancada na nuca, ficou grogue e deixou o gramado de ambulância. Encaminhado para o hospital, ele recuperou a consciência e continuou tratamento no vestiário da Arena Independência. “Estou bem melhor, já passou a tontura”, revelou ao canal “Fox Sports” o atacante de 19 anos, que assistiu ao final do jogo na beirada do gramado.

Atlético-MG volta a campo na próxima quarta (15), quando enfrenta o Atlas no México. Já os colombianos encaram o líder do grupo, Colo Colo-CHI, em Santiago. Antes disso,