Aliados em 2014, Medina e Alejo Muniz têm duelo na estreia da próxima etapa

Gabriel Medina nunca vai se esquecer de 2014 quando se tornou campeão mundial de surfe pela primeira vez. Mas grande parte dessa glória aconteceu graças a uma ajudinha providencial do amigo Alejo Muniz, argentino radicado no Brasil. Na disputa do Pipe Masters, última edição do WLS, Muniz foi o responsável por derrubar Kelly Slater e Mick Fanning na sequência, abrindo o caminho para o surfista de Maresias. E, na próxima etapa deste ano que será disputada em Margaret River, Austrália, Medina e Muniz estarão lado a lado na primeira rodada.

LEIA MAIS:
Terceira etapa do mundial de surf contará com mais um brasileiro
Medina pode assumir a liderança do ranking mais cedo do que você pensa
Sucesso de brasileiros da elite do surfe faz Globosat comprar Mundial

Alejo passou por lesões em 2014 e não conseguiu somar a pontuação necessária para seguir na elite da divisão, por isso ganhou um convite da WLS para surfar em Margaret River. O havaiano Freddy Patacchia Jr. é o “intruso” com Medina e Muniz na quinta bateria do primeiro round.

A nova geração brasileira do surfe, a ‘Brazilian Storm’ (Tempestade Brasileira), ainda contará com mais seis competidores nas águas australianas. Filipe Toledo, vencedor da etapa de Gold Coast e número 2 do mundo, encara o compatriota Miguel Pupo e o irlandês Glenn Hall na oitava bateria.

Adriano de Souza, o Mineirinho, surfará junto com Sebastian Zietz, do Havaí, e C.J Hobgood, dos Estados Unidos, na quarta bateria. O paulista foi vice-campeão em Bells Beach e está em terceiro lugar no ranking mundial.

Wiggolly Dantas tem pela frente os havaianos John John Florence e Dusty Payne na bateria inicial, enquanto que Jadson André encara o sul-africano Jordy Smith e o norte-americano Brett Simpson na sequência. Por fim, Ítalo Ferreira desafia o americano Nat Young e Michel Bourez, da Polinésia Francesa, na bateria de número 11.

O australiano Mick Fanning, vencedor em Bells Beach e líder do ranking, estreia na bateria 6 contra o conterrâneo Matt Wilkinson e um atleta vindo do qualifying. Já a lenda Kelly Slater, que não foi bem nas duas primeiras etapas do ano, estreia contra o local Kai Otton e o neozelandês Ricardo Christie.

A etapa de Margaret River começa no dia 15 de abril e tem janela até o dia 26.

CONFIRA AS BATERIAS DO ROUND 1

1. John John Florence (HAV) x Wiggolly Dantas (BRA) x Dusty Payne (HAV)
2. Jordy Smith (RSA) x Jadson André (BRA) x Brett Simpson (USA)
3. Kelly Slater (USA) x Kai Otton (AUS) x Ricardo Christie (NZL)
4. Adriano de Souza (BRA) x Sebastian Zietz (HAV) x C.J Hobgood (USA)
5. Gabriel Medina (BRA) x Freddy Patacchia Jr (HAV) x Alejo Muniz (BRA)
6. Mick Fanning (AUS) x Matt Wilkinson (AUS) x Qualifier
7. Josh Kerr (AUS) x Adrian Buchan (AUS) x Keanu Asing (HAV)
8. Filipe Toledo (BRA) Miguel Pupo (BRA) x Glenn Hall (IRL)
9. Taj Burrow (AUS) x Bede Durbidge (AUS) x Jeremy Flores (FRA)
10. Joel Parkison (AUS) x Kolohe Andino (USA) x Adam Melling (AUS)
11. Michel Bourez (PLF) x Nat Young (USA) x Ítalo Ferreira (BRA)
12. Owen Wright (AUS) x Julian Wilson (AUS) x Matt Banting (AUS)

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.

Foto: Reprodução/Instagram


Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.