Aidar detalha técnico que o São Paulo busca: “alguém com conhecimento científico”

Aidar

Todos que acompanham futebol sabem que, desde o início da semana, o São Paulo está sem técnico. Na última segunda-feira (6), após a derrota para o Botafogo-SP, no Paulistão, o antigo comandante Muricy Ramalho entregou o cargo e decidiu se dedicar apenas aos cuidados com a sua saúde, bastante debilitada.

LEIA MAIS:
Sabella e Luxemburgo são os favoritos para assumir o São Paulo
Investidor que colocou Centurión no São Paulo, se torna diretor de marketing do clube

Dali para cá, passou a ser especulado quem poderia ocupar a função e o que mais se questionou aos mandatários do clube foi sobre o perfil do profissional buscado: alguém mais rígido, linha-dura, alguém mais “boleiro”, informal, alguém identificado com o São Paulo, que tenha escrito sua história lá em outras épocas, etc.

Para a surpresa geral, no entanto, segundo o presidente Carlos Miguel Aidar, as características que o time procura no mercado não são nenhuma dessas. De acordo com o mandatário, o São Paulo espera alguém que se utilize de recursos científicos, além dos técnicos, na montagem e treinamento da equipe, além de possuir experiência internacional, mesmo que seja brasileiro.

“Queremos alguém que traga conhecimento científico e tenha experiência internacional, ainda que não seja um estrangeiro. O perfil está voltado a uma pessoa que possa comandar um elenco, sendo respeitado e respeitoso, e que se imponha perante aos jogadores. Alguém com liderança, comando, conhecimento e experiência”, revelou Aidar, em entrevista antes do jogo contra a Portuguesa, na quarta-feira (8).

A ideia do presidente são paulino é implantar métodos de trabalho já bastante utilizados na Europa e em muitos clubes do Brasil, como o estudo de desempenho quantitativo, o scout, que se utiliza de estatísticas individuais dos atletas para identificar pontos fortes e pontos a se melhorar nos jogadores e ter os dados como um aliado na montagem ou aperfeiçoamento da equipe.

O Santos, rival do Tricolor, é um dos clubes que mais se utiliza do scout em seu trabalho diário. O clube da Baixada tem uma equipe de profissionais dedicada exclusivamente a coletar e analisar os desempenhos dos atletas durante os jogos, além de um trabalho específico com os goleiros, que também ajuda a identificar pontos de melhoria e oportunidades de construção de jogadas por meio deles.

Neste momento, os técnicos que mais próximos estão de assumir o São Paulo são o argentino Alejandro Sabella, que levou a seleção de seu país ao vice-campeonato da Copa do Mundo de 2014, e Vanderlei Luxemburgo, atual treinador do Flamengo, multicampeão brasileiro e estadual.

Foto: Divulgação / São Paulo FC



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...