Vice do Flu explica adeus de Conca, descarta saída de Walter e promete reforços

conca flamengo
Getty Images

O fim da parceria com a Unimed determinou a saída de uma série de jogadores do Fluminense. De acordo com o vice presidente do clube, Mário Bittencourt, a saída do ídolo Darío Conca para o futebol chinês tem relação direta com o antigo patrocinador.

Conca saiu do Fluminense porque não queria desagradar o antigo patrocinador. Sequer quis ouvir a proposta do Fluminense, que era interessante. Simplesmente foi embora, dizendo que era um projeto dele e da sua família”, declarou o dirigente durante entrevista ao globoesporte.com.

LEIA MAIS
Corinthians e Flamengo receberão até 385% a mais de cota de TV entre 2016 e 2018

Bittencourt confirmou que o argentino negociava com outros clubes brasileiros. “Eu só falei que não o liberava nem para o Corinthians, nem para o Flamengo”, continuou ele. Conca se transferiu para o Shangai Dongya, da China.

Segundo o dirigente, o Fluminense deve contratar mais um ou dois jogadores para a disputa do Campeonato Brasileiro.

A troca com o Santos envolvendo os atacantes Walter e Thiago Ribeiro faz parte do passado. Pelo menos é o que garante Bittencourt.

“Houve um contato, que não evoluiu por questões financeiras. Queríamos fazer uma equação em que ficasse dividido meio a meio. Tentamos, mas não aconteceu”, explicou.

Um dos motivos especulados para esfriar a negociação foi a demissão do técnico Enderson Moreira. Ele trabalhou com Walter no Internacional e no Goiás e o indicou para o Santos, mas deixou o clube nesta semana.