Vasco vence o Bonsucesso, mas torcedores ficam insatisfeitos; entenda

O Vasco fez sua segunda partida no estádio Nilton Santos em 2015. Se antes, diante do Fluminense, a vitória por 1 a 0 foi muito comemorada por seus torcedores, graças, em grande parte, a excelente atuação da equipe, desta vez isso não se repetiu. A vitória por 1 a 0 sobre o Bonsucesso não apagou a insatisfação dos torcedores com o futebol apresentado pelo time.

LEIA MAIS:
Bonsucesso x Vasco: Acompanhe o placar AO VIVO
Vasco vence com dificuldades e torcedores reclamam na internet; veja

Quando a bola rolou, o Gigante da Colina tentou impor o seu ritmo de jogo. Trocando passes no meio campo, o time do treinador Doriva tinha o controle da partida e isso se refletiu nos mais de 60% de posse de bola, mas, quando se vê que uma equipe finaliza apenas três dos vinte chutes a gol na direção certa, há alguma coisa errada.

Mapa de calor

No primeiro tempo, o Vasco concluiu em gol apenas sete vezes, contra uma do Bonsucesso. Muito pouco para um time que controlava o jogo, sem, no entanto, obrigar o goleiro Preto a fazer alguma defesa. Para se ter uma ideia, a melhor chance do Cruzmaltino foi em chute de longa distância de Gilberto para fora.

Boa parte disse se deve a atuação irregular de Marcinho, o camisa 10 do time. Enquanto esteve em campo, ele executou cinco cruzamentos e erro todos. Além disso, enquanto o índice de passes errados do Vasco foi de 10%, com Marcinho esse número foi de 15%, ajudando a entender muito a insatisfação dos torcedores com a sua atuação.

Na segunda etapa, Doriva tentou melhor o Vasco com substituições, porém, as entradas de Montoya, Thalles e Bernardo mudaram pouco o desempenho da equipe no que se refere à qualidade apresentada. O Vasco continuou a ter a bola, mas com dificuldades para criar. Melhor para o Bonsucesso que ia garantindo o quinto empate consecutivo.

Contudo, com mais volume de jogo, o Vasco encurralou seu adversário até fazer o gol. Se não dá para ser na técnica, tem que ser na raça, na força da camisa e assim foi. No último lance da partida, Christiano cobrou lateral para a área do Bonsucesso e Fernando, irmão de Carlos Alberto, colocou a mão na bola. Pênalti que Gilberto cobrou e fez o gol do alívio.

Veja os melhores momentos da partida:

FICHA TÉCNICA
BONSUCESSO 0 X 1VASCO

Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 8/3/2014, às 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Daniel de Sousa Macedo (RJ)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone e Diogo Carvalho Silva (RJ)
Carrtões amarelos: Christiano, Guiñazú, Preto, Fernando, Julio Cesar
Cartões vermelhos:
Gols: Gilberto
Público e renda: 4.658 (presentes)/ R$148570

Bonsucesso: Preto; Ivan, Jadson, Elton e Cristiano; Marquinhos, Julio Cesar, Fernando e Guttiner (Miller-8’/2T; Robertinho (Denilson-21′-2T) e Miguel (Pitbull-32’/2T) – Técnico: Marcelo Salles

Vasco: Martin Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Christiano; Guiñazú e Serginho (Bernardo-16’/2T); Julio dos Santos, Marcinho (Thalles-14’/2T) e Rafael Silva (Montoya/Intervalo); Gilberto – Técnico: Doriva