“Se você promete algo e não cumpre, fica complicado” diz Muricy sobre o atraso no pagamento de premiação aos jogadores

TREINO DO SÃO PAULO

Durante o fim de semana, muito se discutiu sobre a influencia dentro de campo por causa do atraso no pagamento de salários, direitos de imagem e premiações.

O clube não quitou o prêmio que foi prometido pela classificação para a Copa Libertadores. Além disso, direitos de imagem de alguns atletas também não foram pagos pela diretoria. O salário em carteira (CLT) está em dia no Morumbi. O direito de imagem é uma prática comum entre os clubes nacionais. Geralmente, um jogador ganha parte dos vencimentos na carteira e a outra por meio de empresa particular pela prestação de serviços.

Perguntado de uma possível interferencia no dia-a-dia dos jogadores Muricy respondeu “estou há 40 anos no futebol e aprendi uma coisa, você tem sempre que dizer a verdade, até para evitar especulações. Tem sempre que dizer a verdade, trato assim os meus jogadores. E se você promete alguma coisa para o jogador e não cumpre, fica complicado. Todos os clubes estão passando por dificuldades, não estamos cobrando nada, mas tem que falar a verdade”.

Sobre o atraso, o presidente Carlos Miguel Aidar disse que “os salários estão rigorosamente em dia. Temos pequenas pendências com alguns atletas que saíram e até terça-feira resolveremos tudo”.

Sem patrocinador master para o uniforme desde o fim da Copa do Mundo, o São Paulo corre atrás de parceiros para fazer caixa e minimizar o prejuízo. Um já confirmado é a Under Armour. A empresa será fornecedora de material esportivo por cinco anos, rendendo R$ 27 milhões por temporada.



Redação do Torcedores.com