Saiba os três motivos que tiraram Enderson Moreira do Santos

Crédito da foto: Divulgação

O técnico Enderson Moreira deixou o Santos nesta quinta-feira (5). O que causou estranheza na dispensa do treinador do Peixe foi o fato de que a equipe faz uma campanha praticamente impecável no Campeonato Paulista: sete jogos e cinco vitórias, são apenas dois empates. Mas porque o presidente Modesto Roma Jr. optou pela saída do comandante? O Torcedores.com listou três motivos que foram apontados por pessoas que trabalham e cobrem o dia a dia do clube praiano. Confira:

LEIA MAIS
Santos dispensa o técnico Enderson Moreira, diz jornalista

1) Cobrança excessiva em cima dos jogadores mais jovens

Conselheiros relataram à presidência que Enderson Moreira humilhava alguns jogadores da base santista que compõem o elenco profissional. Lucas Lima e Diego Cardoso foram os primeiros a levarem broncas exageradas do ex-técnico, o que causou indignação dos atletas, mas os mais experientes abafaram a situação para não expor o grupo, que vem fazendo um bom 2015 até agora.

Lucas Lima foi um dos jogadores que levaram broncas excessivas de Enderson – Crédito da foto: Divulgação/Santos FC

A gota d’água foi uma chamada de atenção de Enderson ao zagueiro Gustavo Henrique nesta quinta, no último treino dele pelo Peixe antes da demissão, que nem o elenco conseguiu tolerar mais. Antes, com gritos, Geuvânio também foi “vítima” do treinador, que precisou de ser acalmado por alguns membros do elenco.

Constantes broncas excessivas depois dos jogos, nos vestiários, também foram relatadas.

2) A não-utilização da base no time titular

Os cartolas santistas também não gostavam da maneira que Enderson Moreira se portava à base. O time é tradicionalíssimo por usar a garotada da Vila no elenco profissional, e muitos até compondo a equipe titular. No jogo contra o Linense, por exemplo, no último domingo (1º), o ex-técnico usou apenas os jovens Lucas Lima e Geuvânio, formados no CT Rei Pelé, entre os onze iniciais. O atacante Gabigol e o meio-campista Lucas Otávio entraram durante a partida, mas não eram titulares. Isso irritou a diretoria do Peixe, que cobrava mais jogadores das categorias de base no profissional.

Gabigol não sendo aproveitado entre os titulares causou revolta de cartolas santistas – Foto: Reprodução/Santos TV

3) Elogios ao atacante Walter, do Fluminense, e pedido insistente de sua contratação

Enderson Moreira, nas últimas semanas, vinha “rasgando seda” ao atacante Walter, do Fluminense, que sequer vem jogando no time carioca. O ex-comandante chegou a pedir a contratação do centroavante para o Santos por diversas vezes, mas a diretoria alvinegra sempre alegou que não precisaria dele para o elenco, que já conta com Ricardo Oliveira e Gabigol para o setor. A questão do peso, que assombra Walter, também foi motivo da não-chegada ao time santista. Mas Enderson insistia na questão, e isso causou desgaste entre as partes.

Walter também pertence ao mesmo empresário do volante Valencia (hoje reforço do Santos), o que expõe um suposto esquema entre treinador e empresários, por isso o pedido dele à exaustão pelo atacante “gordinho”.

Enderson queria Walter no Santos, mas diretoria insistiu e não trouxe o atacante “gordinho” – Foto: Reprodução/Internet

Crédito da foto principal: Divulgação



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.