Ronda tem um motivo bastante pessoal para encarar a brasileira Bethe Correia. Saiba qual!

Se Dana White procurava alguém capaz de tirar a campeão Ronda Rousey do sério, o chefão do UFC parece ter encontrado. A brasileira Bethe Correia, provável próxima adversária de Ronda, tem aumentado o tom nas provocações e parece que a dona do cinturão do peso galo feminino mordeu a isca. O motivo é bastante pessoal.

LEIA MAIS
Ronda afirma que venceria 100% dos homens do seu peso no UFC
Weidman ataca Belfort sobre doping: “Ele esquece que já falhou em vários testes”

Bethe já derrotou duas grandes amigas e parceiras de treino de Ronda, Jessamyn Duke e Shayna Baszler.

Aos 31 anos, Bethe, também conhecida como Pitbull, venceu as nove lutas de MMA que tem na carreira. O último triunfo foi justamente sobre Shayna, em agosto de 2014. Já a vitória sobre Jessamyn foi em abril do ano passado.

Cada vez mais soberana no peso galo feminino – ela chegou a dizer que derrotaria todos os homens da sua categoria -, Ronda precisa de novos desafios e uma vingança pessoal se encaixa nos planos da norte-americana.

“É o que eu quero fazer. Eu quero lutar com ela no Brasil e vencê-la em sua cidade natal. Essa seria a melhor maneira que eu poderia realmente sentir vingando minhas amigas. Ir à sua cidade e vencê-la, seria total Rocky IV”, disse Ronda em entrevista no programa Jay Mohr Sports.

No último sábado, a norte-americana derrotou Cat Zingano com um nocaute avassalador em apenas 14 segundos.

Agora a bola está com Dana White, basta o chefão do UFC escolher a data e o local para colocar frente a frente Ronda e Bethe.

Crédito da foto: Divulgação



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.