Primeira etapa da Copa do Mundo de Tiro termina com dez vagas olímpicas distribuídas

Nicolò Zangirolami/ISSF

A cidade mexicana de Acapulco recebeu entre os dias 2 e 9 de março a primeira etapa da Copa do Mundo de Tiro Esportivo 2015. A competição distribuiu vagas olímpicas nas modalidades da fossa olímpica, fossa olímpica dublê e skeet.

Leia Mais:
Espanhol atrapalha festa brasileira e conquista a Copa Latina de Tênis de Mesa

O Brasil enviou delegação para o México e voltou com um 17º lugar de Jaison Sandro Santin na fossa olímpica dublê como melhor resultado. Além de Jaison, participaram da competição Filipe Fuzaro, Ludmila Melo, Janice Teixeira, Rodrigo Bastos, Roberto Schmits, Eduardo Rucian Correa, Pedro José Costa e Luciano Alves.

Entre os cinco eventos disputados, os Estados Unidos conquistaram quatro títulos. O domínio só quebrado na fossa olímpica masculina, que teve como vencedor o italiano Massimo Fabbrizi. Destaque para Vincent Hancock, que venceu o skeet masculino ao acertar todos os 150 tiros disparados na competição.

Como no tiro esportivo a vaga nos Jogos Olímpicos de 2016 pertence ao país, e não ao atleta, as vagas são atribuídas aos Comitês Olímpicos Nacionais. Outro ponto é que um atleta só pode conquistar uma vaga para o país durante o ciclo.

Assim, ao final da primeira etapa, os classificados para os Jogos Olímpicos foram os seguintes:

Fossa Olímpica Feminina: Austrália e Estados Unidos
Fossa Olímpica Masculina: Austrália e Itália
Fossa Olímpica Double Masculina: China e Estados Unidos
Skeet Feminino: China e Estados Unidos
Skeet Masculino: Itália e Itália

Foto: Nicolò Zangirolami/ISSF



Escrevo sobre esportes olímpicos. Acredito que o jornalismo especializado é uma das chaves para desenvolver o esporte de alto rendimento no Brasil.