Palmeiras lançará porco inflável para ampliar exposição de patrocinadores

Revista do Palmeiras

Projeto sairá do papel ainda neste mês de março. Túnel inflável de acesso dos jogadores ao campo terá o formato de um porco gigante e mais espaço para expor a marca dos parceiros do Palmeiras.

LEIA MAIS
Corinthians e Flamengo receberão até 385% a mais de cota de TV entre 2016 e 2018
Palmeiras pressiona Adidas por aumento e renovação. Duas marcas entram na disputa

A demanda por mais espaço de exposição de patrocínios no Palmeiras é a motivação do departamento de marketing do clube para a criação do túnel inflável em formato de porco. A camisa alviverde já possui quatro marcas diferentes (Crefisa, FAM, Prevent Senior e Tim), o que impossibilita novos anúncios.

“A ideia é criar novas propriedades para serem comercializadas, uma vez que não há mais espaços disponíveis na camisa”, explicou o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, em entrevista à revista oficial do clube.

Além do uniforme de jogo e do porco inflável, a diretoria do Palmeiras pretende explorar outros espaços já existentes em dia de jogos do time no Allianz Parque, como o uniforme dos gandulas, stewards (seguranças dos torcedores), animadoras de torcida, maqueiros e carro-maca. Até mesmo o uniforme da comissão técnica deverá expor a marca de algum parceiro do clube.

Comandado provisoriamente pelos diretores estatutários Paulo Gregoraci e Luciano Kleiman, o departamento de marketing do Palmeiras enxerga na criação de novas propriedades uma saída para aumentar as receitas do clube com novos patrocínios.

“O troféu que buscamos é alçar a receita do Palmeiras a recordes antes impensáveis”, afirmam Gregoraci e Kleiman também à revista oficial do clube. Vale ressaltar que, mesmo sendo profissionais do mercado, ambos os diretores atuam no Palmeiras de forma não-remunerada.

CURIOSIDADE

Essa será a primeira vez em sua história que o Palmeiras adotará o porco de maneira oficial em uma ação direta com parceiros e torcedores. A mascote oficial do clube segue sendo o periquito, eleito nos anos 50. Contudo, o porco ganha ainda mais força a partir de agora no Verdão.

Foto: Revista Oficial do Palmeiras