Opinião: Vitória do Corinthians sobre o San Lorenzo-ARG ajudou o São Paulo

Rogério Ceni
Getty Images

Muitos disseram que foi na sorte, mas o fato é que o Corinthians venceu o San Lorenzo-ARG, fora de casa, chegou aos seus seis pontos e, de quebra, ajudou o rival São Paulo. Sim, ajudou. Por que? Porque agora o Tricolor vai receber um San Lorenzo-ARG ávido por recuperar pelo menos um pouco do prejuízo.

LEIA MAIS:
São Paulo pode enfrentar San Lorenzo também sem torcida
Opinião: O copeiro Corinthians deu passo importante rumo às oitavas da Libertadores

Qualquer time que enfrenta o São Paulo no Morumbi age da mesma forma: coloca os onze no campo de defesa e explora contra-ataques. Até mesmo equipes grandes, rivais históricos, agem dessa forma. Negar isso é ser clubista. Enfim.

O San Lorenzo-ARG faria (e talvez ainda o faça) isso no Morumbi, no dia 18, se conseguisse uma vitória diante do Corinthians em seus domínios. Até se conseguisse um empate, o faria. Agora, tendo perdido, pode ser que abandone um pouco a defesa, se lance ao ataque e abra espaços atrás, permitindo que o jogo Tricolor flua melhor.

Por mais que o time sofra de um problema crônico de falta de “alma de Libertadores”, conforme o capitão Rogério Ceni pontuou após a goleada sobre o Danubio-URU, a equipe são paulina costuma aproveitar bem as brechas das defesas alheias. E para ganhar partidas, em primeiro lugar, vem o aspecto técnico e tático, isso é fato, ainda que os entusiastas do futebol-raça discordem.

O São Paulo pode ter encaminhado sua classificação ontem, pelos pés do maior rival – que, diga-se, já está classificado, na minha concepção. Basta agora fazer o mais difícil: sua parte. Lembrando que 1 a 0 é goleada.

Foto: Getty Images



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...