Muricy Ramalho admite dor de cabeça ao escalar São Paulo para clássico contra o Corinthians

Rubens Chiri / saopaulofc.net

Invicto no Paulistão, o São Paulo perdeu apenas um jogo na temporada: 2 a 0 para o Corinthians, pela Libertadores. Os times voltam a se enfrentar neste domingo (8), pelo campeonato estadual, mas o técnico Muricy Ramalho ainda não definiu os time titular. As principais dúvidas são na zaga e no meio de campo.

LEIA MAIS:
São Paulo tem dia de treino no Morumbi com testes e despedida
Dória critica Bielsa e diz que era reserva até de lateral-esquerdo improvisado

“Não dá para falar muito do Dória porque precisamos do resultado dos exames”, comentou o treinador, durante coletiva no Morumbi, referindo-se ao zagueiro que sentiu dores no tornozelo esquerdo durante o treino do São Paulo. O mais cotado para substituir o ex-jogador do Botafogo é Edson Silva.

Além da defesa, o São Paulo também está com indefinição no meio de campo. Thiago Mendes e Centurión (foto) disputam uma vaga entre os 11 que começam o clássico. O argentino treinou entre os titulares, mas o desempenho fora de campo pode influenciar na decisão do treinador.

Recém-contratado junto ao Racing, Centurión sofre com período de adaptação à cultura brasileira. “Ele ainda tem muita dificuldade, por causa da língua, com a cidade, no entrosamento com os companheiros. Estamos preocupados com ele, para não se sentir sozinho. Vamos ver como ele estará emocionalmente antes do jogo para ver se ele tem condições de entrar em campo”, confessou o técnico.

São Paulo e Corinthians se enfrentam no próximo domingo (8), no Morumbi. Os times também estão no mesmo grupo da Libertadores, onde o alvinegro lidera com 100% de aproveitamento. San Lorenzo, da Argentina, e Danubio, do Uruguai, completam a chave.

“Campeonato Paulista não é parâmetro, mas clássicos como este nos ajudam na preparação para os jogos da Libertadores, que é nossa prioridade. Se vencer, ganha confiança e segurança para deslanchar”, finalizou Muricy Ramalho.