Entenda a polêmica envolvendo Real Madrid e os finalistas da Copa do Rei

Barcelona e Athletic Bilbao vão disputar o título da Copa do Rei no dia 30 de maio. Mas ninguém sabe onde. Conforme a tradição, a partida decisiva do torneio é jogada em campo neutro. O Barcelona já se posicionou favoravelmente a enfrentar o Athletic na casa do Real Madrid, o Santiago Bernabéu. E isso deu início a uma grande polêmica.

Primeiro, pelo fato de o Barcelona ser o maior rival do Real Madrid. Não deve ser uma situação fácil, para o Real, contar com a possibilidade de ver o adversário mais ferrenho ser campeão em sua casa. É como o Palmeiras levantar uma taça em pleno Itaquerão.

Mas, além disso, há questões políticas e históricas. O Barcelona é o maior representante da Catalunha; o Athletic Bilbao, por sua vez, do País Basco. As duas regiões são as que mais reivindicam independência da Espanha, que tem como capital Madri.

Também existe o histórico. A situação deste ano é quase idêntica ao que ocorreu em 2012. Na ocasião, Barcelona e Athletic se posicionaram a favor do Santiago Bernabéu. Mas o Real Madrid vetou, alegando que precisava passar por obras. O jogo, então, foi no Vicente Calderón, casa do Atlético de Madrid.

Caso o Real vete de novo o duelo, Barcelona e Athletic devem jogar no Estádio Olímpico de La Cartuja, em Sevilla. O palco está disponível, ao contrário do Vicente Calderón, Estádio Olímpico de Barcelona e o Mestalla (em Valência), que têm shows agendados para a data da final.

Foto: Getty Images



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.