Contratação que ainda não estreou em 2015, Daniel elogia São Paulo: “fantástico”

Contratado no início do ano após boa temporada no rebaixado Botafogo, o meia-atacante Daniel carrega consigo, neste início de passagem pelo São Paulo, um tabu que incomoda: ele é uma das duas únicas contratações feitas pelo clube para a temporada que ainda não estreou. A outra, o zagueiro Breno, apesar de ainda não ter entrado em campo, foi revelado pelo próprio Tricolor, o que tira um pouco o peso da situação.

LEIA MAIS:
Michel Bastos quer renovar e já fala em se aposentar no São Paulo
Carlinhos participa de jogo-treino, não sente dores, e pode voltar ao time em breve

Sem atuar desde o começo de setembro, quando se machucou em partida do Glorioso pela Copa do Brasil, contra o Ceará, Daniel passou por duas cirurgias no joelho no período. A primeira, quando ainda era atleta do Botafogo e a segunda depois que chegou ao São Paulo e foi constatada a necessidade de reparos da primeira cirurgia.

Daniel, inclusive, era para ter assinado com o Palmeiras, mas o clube desistiu depois de se dar conta que o atleta teria de passar por outro procedimento cirúrgico e ficar mais tempo longe dos campos do que o que era esperado. Para se ter uma ideia, caso o jogador tivesse se recuperado bem da primeira cirurgia, ele estaria voltando ao futebol neste mês de março.

No entanto, como não foi possível, em março o jogador iniciou os primeiros treinamentos de fortalecimento muscular dos membros superiores e, nesta semana, iniciará as cargas de treinos em bicicleta, para retomar o fortalecimento dos inferiores. Esta é a última etapa antes dos treinos com bola, no gramado, processo igual ao que passou Rodrigo Caio, que sofreu a mesma lesão, em agosto de 2014.

“Tem sido um período muito bom. Sinto a cada dia que estou melhor com as atividades que tenho feito. E fico feliz por estar me sentindo cada vez mais próximo de voltar a jogar. Fui bem recebido por todos aqui, desde que cheguei, então foi muito fácil me adaptar. O São Paulo é um clube fantástico”, declarou o jogador, para o site oficial do Tricolor.

Daniel, de apenas 21 anos, foi um dos poucos destaques do Botafogo no Brasileirão 2014. Quando se machucou, vivia uma ótima fase, sendo decisivo nos jogos e ajudando o time a somar pontos e amenizar a crise em que já se encontrava. Antes do Fogão, Daniel defendeu o Cruzeiro, onde foi revelado. Habilidoso e rápido, o meia-atacante deve ser boa opção para Muricy no decorrer da temporada, por sua versatilidade ofensiva.

Foto: Divulgação / São Paulo FC



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...