Vazamento encerra atividades da McLaren em Barcelona nesta quinta

A McLaren segue com dificuldades neste início de trabalhos visando a disputa da temporada 2015 da Fórmula 1. O time inglês encerrou seus trabalhos no primeiro dia da última bateria de testes de pré-temporada, realizados nesta quinta-feira (26), em Barcelona, na Espanha, após um vazamento no sistema hidráulico do MP4-30 obrigar o time a trocar o motor Honda. A falha ocorreu após Jenson Button completar apenas sete voltas no Circuito de Barcelona.

LEIA MAIS:
Hamilton abre última bateria de testes da F1 com o melhor tempo

Button ainda conseguiu marcar tempo, ao percorrer os 4.655 metros do circuito catalão em 1min31s479, pior marca entre os oito pilotos que participam dos testes nesta quinta-feira. Para se ter uma ideia, o melhor resultado obtido pela McLaren em Barcelona na pré-temporada foi conquistado por Fernando Alonso na última sexta-feira, com 1min25s961. Ainda assim, o carro apresentava problemas no MGU-K, um dos sistemas de reaproveitamento de energia, do motor Honda.

Dos nove dias de testes realizados neste ano (quatro em Jerez de la Frontera e outros cinco em Barcelona, contando com as atividades desta quinta-feira), a McLaren não conseguiu andar com o carro sem apresentar nenhum tipo de problemas em nenhum deles. Este fato fez a equipe inglesa admitir que o desenvolvimento do carro está 50% atrasado em relação aos outros times da Fórmula 1.

Desta forma, a McLaren terá apenas mais três dias para realizar testes com seu carro antes de um Grande Prêmio. A temporada começa com a realização do GP da Austrália, em Melbourne, entre os dias 13 e 15 de março.



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.