Rogério Ceni diz que time do São Paulo precisa de mais alma na Libertadores

Getty Images

Apesar de o São Paulo ter ganhado com facilidade do Danubio-URU, na segunda rodada da fase de grupos da Libertadores, nesta quarta-feira (25), o goleiro e capitão da equipe, Rogério Ceni, ainda considera que o time tem muito o que melhorar, principalmente na questão psicológica.

LEIA MAIS:
Opinião: Pato tem que jogar contra o Corinthians. O São Paulo que se vire
Opinião: Laterais são o caminho para o São Paulo na temporada 

Em entrevista para a ESPN Brasil, logo após o jogo no Morumbi, Rogério Ceni elogiou o desempenho apresentado, contudo, bateu na tecla de que em uma competição como a Libertadores, força de vontade e sede de vitória são tão importantes quanto os atributos técnicos, para sair campeão.

“Temos muita qualidade técnica, com Ganso, Pato, Luis (Fabiano), Michel (Bastos)…Mas ainda temos de pressionar mais, apertar mais a marcação, um time com mais alma e coração, para almejar uma classificação e entrar bem na fase de mata-mata”, alertou o ídolo Tricolor.

No duelo diante dos uruguaios, de fato, em um dado momento do jogo, o São Paulo tirou o pé do acelerador, deixou de marcar a saída de bola do adversário e levou alguns sustos. Um pouco antes de fazer o terceiro gol, com Reinaldo, o Danubio-URU quase diminuiu o placar, em uma cabeçada. O mais curioso é que a jogada surgiu de um erro de passe bobo no meio-campo, não de um contra-ataque, ou uma trama bem feita. Rogério comentou essa situação.

“Precisamos de um nível mais alto de concentração, entender quais são os jogos mais complicados. Esse grau mais alto de concentração pode ser importante para o futuro da nossa chave”, disse Rogério Ceni.

O goleiro também falou sobre o resultado da partida. Para ele, o placar foi bom, mas o time precisa melhorar, se quiser pensar grande. “Em termos de resultado, sim (foi bom). No futebol jogado, temos muito o que melhorar. Neste nível, não vislumbra uma conquista de Libertadores”, enfatizou o jogador, que esteve no elenco nas três vezes em que o Tricolor foi campeão do torneio, sendo uma como titular.

O São Paulo volta à campo pela Libertadores apenas no dia 18 de março, novamente no Morumbi, contra o San Lorenzo-ARG. A equipe agora é líder de seu grupo, com três pontos e dois gols positivos de saldo. No entanto, possui um jogo a mais que Corinthians e San Lorenzo-ARG.

Foto: Getty Images



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...