Pai de Valdívia afirma que Palmeiras tem concorrente brasileiro pelo chileno

Valdivia
Getty Images

A renovação de contrato do meia Valdívia continua na estaca zero. O Palmeiras está esperando Luís Valdívia, pai e procurador do atleta, vir a São Paulo para poder dar seguimento a negociação. Enquanto isso não ocorre, ele afirma que há um clube brasileiro interessado no futebol de seu filho.

LEIA MAIS
Fernando Prass elogia finanças do Palmeiras: “recebo até antes”

“Para ser honesto, sim (há outro interessado), mas não posso falar disso. São temas muito delicados, não se pode opinar, não há nada oficial ou concreto. Dar uma opinião a respeito ou confirmar uma notícia atrapalha e não é muito profissional. Não falo do que não é certo “, disse Luis, à Rádio Globo, sem muita clareza.

Valdívia possui vínculo com o Verdão até agosto deste ano o que o possibilita assinar um pré-contrato com qualquer outro clube. A ideia da diretoria alviverde é estender o contrato do atleta até o fim do ano, reduzir seus vencimentos e adicionar mais os ganhos por produtividade. O salário atual do Mago gira em torno de R$ 500 mil mensais.

“Não conhecia esse tipo de contrato (por produtividade). Parece que é uma realidade, uma modalidade que os clubes podem adotar”, disse o pai do Mago, que diz preferir que ele fique no Palestra Itália.

“Porque é sua casa, é seu clube, sua família está na cidade. O Palmeiras mostra com esse interesse de renovar o que nós também sentimos: o carinho que tem pelo jogador e a vontade de continuar com ele. Essa proposta do Palmeiras temos que atender com muito carinho e atenção. Quem realmente resolverá será o jogador, ele tem a última palavra, não posso decidir por ele. Eu gostaria que ele ficasse”, concluiu Luis Valdívia.

Valdívia ainda não estreou pelo Palmeiras em 2015. Ele se recupera de uma lesão muscular, o que o tira da partida contra o Capivariano, sábado, no Allianz Parque, às 18h30. Há alguns dias atrás, o técnico Oswaldo de Oliveira chegou a afirmar que o retorno do Mago seria nesta partida, mas o planejamento do departamento médico atrasou e não há mais uma data específica para o retorno do meia.

Foto: Getty Images



Estudante de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi. Apaixonado por futebol e fã do Bayern de Munique. E um admirador do bom jornalismo.