Quatro situações dramáticas que você já viveu nas arquibancadas

seleção
Getty Images

Há coisas e momentos em nossa vida que não podemos controlar, quando se trata de futebol então essa regra se mostra mais que perfeita, afinal, ele é uma caixinha de surpresas. Algumas vezes boas outras ruins, mas o fato é que ele – o futebol – causa as mais diversas reações nas pessoas e na grande mistura de valores que é a arquibancada podem acontecer fatos inusitados que lhe farão dizer: Isso só acontece comigo! Será?

Situação 1 : Aí minha camisa!

CAMPEONATO CARIOCA 2014 - FLUMINENSE X VASCO

Você está acompanhando tranquilamente o jogo, resolveu estrear aquela camisa nova, adquirida em suaves 380 prestações do cartão de crédito, seu time ta jogando bem e… É GOOOOLLL!!! Motivo para você celebrar, gritar e ficar feliz? Como diria Cumpadi Washington, “Sabe de nada inocente!”.

Um cara que você nunca viu na vida começa a te abraçar, como se fosse seu amigo de infância. O abraço não tem nada de mal, afinal de contas, futebol é gol e gol é alegria… Mas, o cara tava comendo um cachorro quente, com um molho que parecia ser feito de tinta vermelha ao invés de tomate.

Se você é torcedor do Internacional de Porto Alegre, ainda há esperança, mas se não é… Sua camisa novinha acabou de ganhar uma mancha que as outras não têm. Fique feliz agora ela é única… eh!

Situação 2 : O lugar da sorte

Alviverde

Intervalo de jogo, seu time fez três só no primeiro tempo, aquele seu lugar da sorte vai ajudar o time vencer mais uma. Afinal, ele jamais perdeu com você sentado ali. Você resolve ir ao banheiro…

Eis que quando volta, há um cara sentado no seu lugar da sorte. Você viu todas as vitórias do time sentado exatamente naquele meio metro quadrado de boas vibrações e, uma pessoa que estava umas 10 fileiras acima da sua resolve assistir o jogo mais de perto – repito – no seu lugar da sorte…

Vai discutir ou deixar pra lá? É só um assento – mesmo que seja o lugar da sorte – o time está vencendo por 3 a 0, não é possível que o adversário vá virar esse jogo. Deixa isso pra lá, arranje outro lugar. Fim da partida, seu time perde por 5 a 3, tendo acertado três bolas na trave do adversário.

Nunca, jamais em hipótese alguma abandone o lugar da sorte.

Situação 3: No lugar errado na hora errada

BRA SÃO PAULO 02/07/2010 - ESPORTES - TORCIDA BRASIL X HOLANDA - Fotos do público presente ao Playcenter para o jogo

Você vai ao estádio em um daqueles jogos tidos tranqüilos, campeonato estadual, terceira rodada da fase de classificação, dia bom de ir assistir um jogo sem muita importância, tanto que seu time entrou com o famoso “Mistão”.
Mas como em vida de torcedor nada é tão simples, do seu lado dois sujeitos começam a discutir, eles parecem mais um Opala e um Maverick disputando racha, pelo tanto que beberam antes de entrar no estádio. Tudo por que não concordaram com uma substituição feita aos 30 do primeiro tempo, detalhe o jogador que saiu estava contundido.
No final o jogo foi um zero a zero horrível e você está bêbado de tabela, por causa do bafo de cerveja dos brigões…

Situação 4: Não olha pra trás!

Getty Images
Getty Images

Dia de clássico, tensão no ar e algo faz quebra o clima pesado do ambiente. Vem lá uma moça tão bonita que faz até a gama parar de crescer pra olhar aquela beldade. A tensão volta ao lugar quando o namorado dela, um daqueles sujeitos que parecem comer concreto no café da manhã entra logo atrás dela e onde eles resolvem se sentar? Bem a sua frente. Sem problema, segue o jogo, quando de repente você escuta um trovão, olha pro céu e não tem sequer uma nuvem. Outro brado “para de olhar pra trás!”, o gigante estava esbravejando com a mulher, que admirava o estádio cheio e a festa da torcida.
Passado um tempo lá vem o troglodita de novo, “quem você conhece aqui? Tá olhando tanto pra trás por quê?”. Lascou, ele tá procurando um alvo pro seu ciúme e fúria e por azar você não está no lugar da sorte, o time pode perder o jogo e você a vida…

Quem ele escolhe? Graças a Deus não foi você, mas o cara do seu lado vai ser observado o jogo inteiro, não por uma morena linda, mas por um brutamonte, que não deveria ter saído de casa com uma moça tão bonita e sem tomar seu calmante pra cavalo…

Você já viveu alguma situação parecida? Deixe sua história ou seu comentário.