Opinião: O Maracanã subestimou a força da torcida do Flamengo

Flamengo e Fluminense

Uma semana e um dia sem o Flamengo entrar em campo, isso sem contar os quase sessenta dias sem atuar no Rio de Janeiro entre o final da temporada 2014 e o início da de 2015. Foi mais ou menos esse tempo que a torcida do Rubro-Negra ficou sem ver seu time jogar sob os seus olhos em sua cidade. Ontem (19), o Maracanã ignorou tudo isso ao não abrir as bilheterias e disponibilizar todo o estádio para os torcedores flamenguistas. Resultado: fila, confusão e torcedor prejudicado.

LEIA MAIS:
Empresário explica decisão de Léo Moura por jogar nos EUA
Flamengo x Boavista: Veja os gols que colocaram o Mengão na liderança

Antes da bola rolar, quem andava pelos arredores do Maracanã já verificava a formação de filas para a compra de ingressos. Com o Carnaval, muitos torcedores do Flamengo deixaram para adquirir os bilhetes perto de o jogo começar, o que, diante de um número menor de guichês abertos, provocou essa demora.

Quando a bola rolou, o Maracanã ainda não tinha a lotação que teria ao soar o apito final do árbitro. Ainda no primeiro tempo, foi necessário uma parte do estádio, que estava fechada, ser aberta para que os novos torcedores pudessem ser acomodados. Até mesmo Roger Flores, comentarista do Sportv, ressaltou o fato durante a transmissão.

No segundo tempo, muitos torcedores conseguiram, enfim, entrar no estádio e acompanhar mais uma vitória do Flamengo. Como o time demorou a encaixar seu jogo, eles puderam acompanhar a equipe balançar as redes com Marcelo Cirino e Everton, mas, por terem pagado o preço total dos ingressos (seja o preço total da inteira ou da meia), consumiram apenas metade da produto e foram lesados.

Contudo, cabe destacar que, tradicionalmente, os jogos no Rio de Janeiro em período de Carnaval possuem públicos reduzidos, inclusive em dias de clássicos ou jogos decisivos. A decisão de não usar todo o Maracanã, em um primeiro momento, foi acertada,porém, quando a realidade mudou o torcedor teve problemas no estádio.