Nascar: Dale Jr. e Jimmie Johnson vencem Duels em Daytona

Dale Earnhardt Jr. e Jimmie Johnson foram os vencedores das duas baterias realizadas na noite da última quinta-feira (19) e que definiram o grid de largada (a partir da terceira colocação) para a Daytona 500, etapa de abertura da temporada 2015 da Nascar Sprint Cup. Os dois pilotos correm pela equipe Hendrick, que no último domingo já havia feito a pole position da prova com Jeff Gordon.

LEIA MAIS:
Jeff Gordon conquista a pole para a Daytona 500

O primeiro duel teve Gordon, pole position da prova, e Matt Kenseth, vencedor do Sprint Unlimited, se revezando na ponta, até que na 18ª volta, quando Kenseth era o ponteiro, veio a primeira bandeira amarela, provocada pelo estouro do motor do carro de Casey Mears. Na relargada, Gordon e Kenseth tornaram a se alternar na liderança, até a volta 28, quando um acidente entre Johnny Sauter, A.J. Allmendinger e Aric Almirola provocou nova entrada do Safety Car.

A bandeira verde veio no 33º giro, e duas passagens depois, Dale Jr. apareceu na corrida, assumindo a liderança ao ultrapassar Kenseth e ficou lá até a 53ª volta, quando uma nova bandeira amarela foi acionada por um toque de Trevor Bayne em Kyle Larson. A nova relargada veio quando restavam quatro voltas para o fim e Dale Jr. não teve problemas para vencer a prova, conquistando seu quarto triunfo em um Duel. A corrida ainda eliminou Justin Marks e Ron Hornaday da prova de domingo.

O segundo Duel teve Kyle Busch dominando as primeiras voltas da corrida, sempre auxiliado pelo companheiro de equipe Carl Edwards, mas na volta 21 a bandeira amarela foi acionada, quando David Ragan foi atingido por Justin Allgaier e se complicou na disputa por uma vaga na corrida de domingo.

A dupla da Joe Gibbs manteve-se na ponta depois da relargada, mas agora acompanhada por Jimmie Johnson, até que na volta 38, Jeb Burton provocou uma bandeira vermelha, ao atingir Sam Hornish Jr.. Alex Bowman e Austin Dillon acabaram coletados pelo desgovernado ex-campeão da IndyCar e também tiveram danos em seus carros.

Johnson tomou a liderança após a relargada, seguido por Martin Truex Jr., até que na 58ª volta, o lance mais polêmico do dia aconteceu: Denny Hamlin deu um leve toque no carro de Danica Patrick, que rodou pro meio da pista e atingiu Brian Scott, Bobby Labonte e Ryan Newman. O acidente deixou Danica em posição difícil para a classificação para a corrida do domingo.

A última bandeira verde teve Kurt Busch ajudando Danica a chegar a classificação, enquanto no pelotão da frente Johnson seguiu para a vitória. Após a corrida, a única mulher do grid da Nascar Sprint Cup foi tirar satisfação com Hamlin, que pediu calma a ela. Brian Scott, Josh Wise, Jeb Burton e Alex Bowman acabaram eliminados.

A Daytona 500 acontecerá no próximo domingo, a partir das 15h.

Foto: Jonathan Ferrey



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.