Müller critica jornalistas que comentam futebol e diz que foi desvalorizado no SporTV

O sempre polêmico Müller, ídolo de São Paulo e Palmeiras, e que agora reiniciará sua carreira de jogador pelo Fernandópolis, time do interior de São Paulo, deu fortes declarações em uma entrevista para o jornal Lance!, publicada nesta sexta-feira (20). O atacante, que também atuou como comentarista esportivo no SporTV, fez críticas duras ao canal e à jornalistas que comentam futebol na TV.

LEIA MAIS:
Com quase 50 anos, Müller voltará ao futebol para disputar a 4ª divisão do Paulistão

Segundo Müller, a emissora não valorizou o seu trabalho e a sua experiência no futebol, quando em 2013, não o escalou para o time de comentaristas que trabalharia durante os jogos da Copa das Confederações. “Não me sentia prestigiado. Com toda a minha história no futebol, não dava para ficar em um canal de televisão onde não se é valorizado”, comentou.

Ele explicou que a sua insatisfação principal era com o fato de jornalistas esportivos comentarem as partidas, em detrimento de ex-jogadores. Na visão de Müller, somente ex-jogadores poderiam exercer essa função, pois eles sim, entendem do esporte. “Estava vendo jornalista querer saber mais de futebol do que jogador, aí não dá. Eu podia falar, tinha propriedade. Uma coisa é falar, outra é ter moral para falar”, argumentou.

“Eu não posso ser jornalista, não estudei para ser jornalista. Quem tem que comentar futebol é ex-jogador, porque ele já viveu aquelas situações dentro de campo. Sou a favor de comentarista ex-jogador”, complementou o raciocínio, ignorando o fato de que, a despeito de ter sido supostamente preterido pelo canal, Belletti, Roger Flores, Jorginho e Ricardo Rocha, outros ex-jogadores, mantiveram-se com moral na emissora durante o período em que Müller se disse rejeitado.

Müller acrescentou que considera o meio televisivo repleto de pessoas falsas, pior até que o ambiente do futebol. Ele trabalhou no canal de 2011 a março de 2014, momento em que decidiu pedir demissão. Na época, o jogador alegou que, realmente, se sentia desmotivado para continuar a trabalhar no canal, mas, segundo ele mesmo, por não ter sido escalado para comentar a Copa do Mundo. A SporTV negou a informação na ocasião, dizendo que até já havia encaminhado o credenciamento dele à FIFA.

Confira a entrevista completa AQUI.

Foto: Reprodução



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...