Mouche volta para o Brasil. Recuperação deve demorar

Palmeiras
Foto: Cesar Greco/ Ag.Palmeiras

Atacante argentino, que estava tratando de lesão em seu país, voltou para o Brasil e conversou com os médicos palmeirenses nesta quarta.

LEIA MAIS:
Oswaldo de Oliveira testa Arouca no lugar de Alan Patrick

Nesta quarta-feira, umas das novidades na Academia de Futebol foi a aparição de Pablo Mouche. O argentino, que sofreu lesão grave em amistoso contra o Shandong Luneng-CHI, teve que passar por uma cirurgia para reaver os ligamentos do joelho direito e teve permissão do Palmeiras para continuar tratamento – e pós-operatório – na Argentina.

Desde o dia 23 de janeiro, data da cirurgia, Mouche encaminha vídeos para os médicos do Verdão. No Brasil, o atacante vai negociar com a diretoria onde deve dar continuidade ao seu tratamento. Uma das justificativas de Mouche para se tratar fora do Brasil foi o despreparo das salas de recuperação no CT do clube e a falta de profissionais especializados. O jogador só deve pisar no gramado em julho.

Alexandre Mattos, executivo de futebol, entendeu a situação e logo providenciou mudanças em todos os departamentos que prestam suporte ao futebol. Novos equipamentos foram adquiridos e, hoje, o centro de recuperação do Palmeiras é um dos mais avançados do Brasil.

“Já fizemos as mudanças necessárias, grandes profissionais estão chegando. Pensamos em excelência em todas as áreas do Palmeiras. Hoje afirmo que ninguém vai ficar criticando esperando que haja um lugar melhor do que o Palmeiras. Isso não existe mais no Palmeiras”, disse para a ESPN.

Além dos equipamentos, profissionais da área estão chegando para ajudar na remodelação do departamento.



Thiago Gomes é Administrador de Empresas. Trabalha com estratégias digitais e consultoria de e-commerce. É palmeirense e um apreciador do futebol, tanto nacional quanto internacional. Escreve para site esportivo desde 1996.