Opinião: Mais uma boa jogada de “Magic Jadson”

Jadson

Jadson começou bem falado no Corinthians em 2015, mas nada relacionado à suas atuações, desempenho nos treinos ou polêmicas. Na verdade o atual camisa 10 corintiano, se manteve calado enquanto a diretoria especulava seu futuro. Chegaram a colocá-lo no Flamengo pois o jogador era reserva do “craque” uruguaio Lodeiro.

LEIA MAIS
Hoje no Boca Juniors, Lodeiro diz que clube “é maior que o Corinthians”

Após conversas com Tite, ele decidiu aprimorar seu trabalho e brigar pela vaga, que simplesmente caiu em seus braços após a saída do então titular. A decisão saiu dentro do ônibus, e Jadson que para muitos dormia no ponto, deu seu primeiro bom passe no Timão.

Com as forças renovadas e mais confiante ele se destacou, e por enquanto tem sido um dos responsáveis pela boa movimentação do meio campo alvinegro, basta rever o passe dado à Elias contra o São Paulo, lhe rendendo novamente o codinome “Magic”.

Fato que depois desta bela apresentação contra seu antigo clube, os chineses de olhos abertos ao nosso futebol, vieram com uma grana que enfeitiçaram a diretoria corintiana. E mais uma vez o jogador não se manifestou, tudo que se ouvia vinha da cúpula alvinegra, louca para passar o atleta e lhe dar o bilhete de ida para China.

Pra mim ficou bem claro a vontade do meia em ficar, não que ele morra de amores pelo Corinthians, ou que entrará para a galeria de consagrados. Mas vislumbrando a boa fase, e o desejo da sua família, Jadson acertou um belo passe. A grande questão ficará para o fim do ano, será que ele facilitará uma renovação caso este ano seja realmente mágico?

Foto: Getty Images