Há 20 anos, Roberto Carlos marcava um gol histórico em sua carreira; Confira

No dia 21 de fevereiro de 1995, Roberto Carlos, ex-lateral da seleção brasileira, desafiava novamente as leis do futebol. Numa partida de Libertadores, entre Palmeiras e Grêmio, o jogador acertou um petardo do meio da rua em cima do goleiro Danrlei. Inclusive, este gol marcado pelo Palmeiras, o jogador coloca em seu “Top 3”.

LEIA MAIS:
Allianz Parque concorre ao título de estádio mais bonito do mundo
Palmeiras mantém 16 atletas da temporada passada; quem ainda pode ser aproveitado?

A bola estava um pouco a frente da linha de meio de campo. Roberto tomou sua distância habitual, se posicionou e mandou no ângulo direito do goleiro gremista, em uma jogada que os amantes e especialista do futebol consideravam pouco provável de sair o gol.

“Foi um dos mais bonitos gols que fiz na minha carreira, tanto pela distância como também pela curva que a bola fez na frente do Danrlei. Foi um dos mais especiais que fiz, foi no início da minha carreira. Lembro que naquele lance alguém falou pra mim ´toca perto que fica mais fácil´. Mas não lembro quem falou. Estava muito longe do gol. Foi um dos três mais bonitos que já fiz”, disse Roberto Carlos ao UOL Esporte.

Em sua vitoriosa carreira, Roberto Carlos coloca o gol contra a França como o mais bonito e diz que o segundo mais especial foi contra o Tenerife, na época ainda que jogava pelo Real Madrid, pela dificuldade ao chutar da bandeirinha de escanteio.

“O gol mais difícil foi contra o Tenerife. A bola estava quase na linha de fundo, aí o goleiro do Tenerife deu um passo pra frente e eu bati por cima dele. Este não foi de falta, a bola estava em movimento e foi quicando; entrou bem no canto esquerdo dele. O contra a França foi o mais bonito, esse pelo Palmeiras contra o Grêmio fica em terceiro lugar porque foi bola parada”, explicou.

“Esses três gols foram os que mais marcaram a minha carreira. Teve outros, como um em um Brasil e Argentina que eu bati bem na bola e ela foi no ângulo direito do goleiro, pelas Eliminatórias de 2006. Nós perdemos de 3 a 1”, recordou.

Confira aqui os três maiores golaços de Robertos Carlos: 



Estudante de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi. Apaixonado por futebol e fã do Bayern de Munique. E um admirador do bom jornalismo.