Flamengo suspende salário de Luxemburgo por causa de Edmundo

O Flamengo está impossibilidade de pagar o salário do técnico Vanderlei Luxemburgo, contudo, ao contrário do que possa parecer, o motivo disso não é a falta de recursos no Rubro-Negro. O treinador possui uma dívida com o ex-atacante Edmundo que, por decisão judicial, ficou acordado que o clube carioca faria o depósito diretamente na conta do Animal até o débito ser saldado. A informação foi divulgada pelo Blog do Rodrigo Mattos.

LEIA MAIS:
Edmundo declara que jamais entraria para a política e diz que é do “povo”
Pesquisa inédita mostra as melhores formas de publicidade no futebol brasileiro; veja

Edmundo processou Luxemburgo por dois cheques não quitados em um processo que se arrasta há quase dez anos. O valor já chegou a R$ 2,8 milhões com juros, e não houve acordo. Em novembro, a Justiça determinou a penhora da parte do salário de Luxa que excedesse a R$ 108 mil, mas foi somente a partir de janeiro que o clube foi obrigado a suspender o pagamento.

Intimado em janeiro a depositar os valores em juízo, o Flamengo notificou à WL Sports SS LTDA, empresa do treinador, que a Justiça determinou o depósito em juízo de todos os pagamentos devidos até o montante de R$ 2,841 milhões e que irá cumprir a decisão judicial.

“Tem que cumprir a decisão judicial. O Flamengo não descumprirá uma decisão. Não cabia ao clube outra coisa, e apenas comunicamos isso à empresa. Se existe atraso de salário por causa disso ou não, não sei. Sei que não houve nenhum depósito judicial ainda.”, afirmou o vice-presidente Jurídico do Flamengo, Flávio Willeman ao UOL Esporte.