Fernando Alonso deixa hospital e será poupado dos testes da F1

Demorou mais que o esperado, mas Fernando Alonso finalmente deixou o Hospital Geral da Catalunha nesta quarta-feira (25), após três dias internado após sofrer uma concussão após sofrer um acidente no último domingo, durante o último dia da segunda bateria de testes da Fórmula 1, realizada no Circuito de Barcelona, na Espanha.

LEIA MAIS:
Veja o autódromo brasileiro que deixará de se chamar Ayrton Senna
F1: Manor diz ter carro com “construção avançada”

Alonso acenou aos jornalistas que o esperavam na porta do hospital e saiu andando calmamente. Durante o tempo em que passou internado, o piloto da McLaren recebeu a visita de seu pai, do empresário Luis Garcia Abad e de Éric Boullier, diretor de corridas da equipe britânica.

Por conta do processo de recuperação, Alonso não participará da última bateria de testes da Fórmula 1, que começa a ser realizada já nesta quinta-feira, novamente em Barcelona. O espanhol, que ficará em sua casa na cidade de Oviedo, será substituído pelo dinamarquês Kevin Magnussen, que neste ano é o reserva da equipe.

Segundo a rede de TV britânica BBC, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) decidiu abrir uma investigação sobre o acidente de Alonso. A intenção da entidade é esclarecer as causas do acidente para, posteriormente, tomar medidas para que este tipo de problema não se repita.

Foto: reprodução/Twitter



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.