Opinião: O Paulistão está no começo, mas é melhor ficar de olhos bem abertos

O Campeonato Paulista está apenas na 6ª rodada e faltam ainda nove jogos para o fim da fase de classificação, mas já tem time vivendo situação complicada nas suas divisões.

LEIA MAIS
Narrador da Globo confirma interferência da emissora na escolha de locais dos jogos

Na elite da competição. o Marília ocupa a última posição do grupo 3 com apenas um ponto. O time alviceleste conseguiu um empate contra o Audax, em partida válida pela quinta rodada.

Em situação igualmente desconfortável, o Penapolense somou apenas dois pontos. O time de Penápolis tem dois empates em cinco partidas.

Os Panteras do Nordeste conseguiram um empate em casa contra o Ituano e em jogo fora dos seus domínios com o RB Brasil. A situação pode piorar, já que o Penapolense irá enfrentar o Palmeiras neste domingo em partida válida pela sexta rodada.

No topo da tabela de seu respectivo grupo, Corinthians ainda não sabe o que é perder no campeonato. O timão que está no grupo 3, está com dois jogos a menos que seus adversários de grupo, e ainda assim é o primeiro colocado da chave com 3 jogos e nove pontos. É o único dos considerados grandes que ainda não perdeu pontos.

O São Paulo, vem logo em seguida. O Tricolor do Morumbi entrou em campo seis vezes, ganhando cinco e empatando uma. O time do Técnico Muricy Ramalho soma 16 pontos  e lidera o grupo 1.

A situação não está feia apenas para os clubes que disputam a elite do Paulistão, na  A2, o Guaratinguetá segura firme e forte a lanterna do campeonato sem NENHUMA vitória. O Guará vive dias difíceis na divisão de acesso, inclusive o técnico João Telê já havia pedido para deixar o clube, mas voltou atrás.

Na A2, o formato de tabela é diferente que da A1 e os times jogam todos contra todos. Até o término da sexta rodada São Caetano e Ferroviária disputam ponto a ponto a primeira colocação, ambos os times disputaram cinco partidas, vencendo quatro e empatando uma e contam com os mesmos 13 pontos.

Já na A3 a coisa é um pouco mais complicada, além dos clubes terem condições financeiras nada favoráveis em comparação com os grandes da capital, tem time que já teve problemas com W.O. e saída de técnico.

Caso do Cotia, que perdeu a primeira partida da competição por não ter a disposição o seu estádio, porém, quando os dirigente foram entregar a documentação informando que iriam disputar a partida na Arena Barueri, o prazo havia se encerrado e a federação decretou a derrota do time de azul e preto. O clube acumula quatro derrotas seguidas além do W.O, o  que culminou com a saída do treinador Tiago Batizoco. Porém, venceu a sua primeira partida na tarde deste sábado, contra o Nacional.

Francana e Santa Cruzense também seguem sem vitória e com apenas dois pontos, o que deixa ambos também na zona de rebaixamento para a segunda divisão.

Enquanto isso, na parte de cima da tabela, o Juventos volta a aprontar suas molecagens. O time mais tradicional da cidade de São Paulo somou 13 pontos, e abriu a sexta rodada com vitória sobre o Barretos por 3 a 1, em partida disputada na noite de sábado. Dos seis jogos disputados, o Moleque Travesso venceu quatro, empatou uma e perdeu uma, mas é seguido de perto por outro time de tradição na capital.

O Inter de Limeira jogará hoje contra o Primavera, partida válido pela sexta rodada. O time do interior tem três vitórias e dois empates. Caso ganhe o jogo de hoje, empatará em numero de pontos com o time da Rua Javari.

Ainda é só o começo, mas é melhor os clubes que estão em baixa ficarem de olhos bem abertos. E nós também, pode ter surpresa rolando por ai.



Sou jornalista formado na FIAM (FACULDADES INTEGRADAS ALCÂNTARA MACHADO), trabalho na redação de esporte da Tv Bandeirantes, repórter do Torcedores.com, apaixonado por esportes, com destaque em futebol, automobilismo e lutas.