Empresário explica decisão de Léo Moura por jogar nos EUA

Getty Images

Agora é oficial: Léo Moura deixará o Flamengo para jogar nos Estados Unidos. A informação divulgada hoje (19) de manhã na coluna de Anselmo Góis foi confirmada por Eduardo Uram, empresário do atleta, que disse também o tempo de contrato com o Fort Lauderdale Strikers e explicou a decisão de Léo em deixar a Gávea.

LEIA MAIS:
Buffon revela para qual time torce no Brasil
Time de Ronaldo nos Estados Unidos fecha com jogador do Flamengo, diz colunista

Antes que pensem que a questão financeira foi a principal, Uram trata logo de desmentir essa informação. Segundo ele, o principal motivo para a saída de Léo Moura é a possibilidade de estender a sua carreira:

“A princípio, o contrato seria por três temporadas. Não é uma proposta financeira, mas de uma mudança de vida. O Leo tinha o interesse de prosseguir jogando. Aceitou o convite e, agora, vamos formalizar a parte profissional, que é a saída dele do Flamengo e a entrada no clube americano”, disse Eduardo Uram à Rádio Brasil.

Com contrato até o fim do Campeonato Carioca, Léo Moura sabe que difícil conseguiria estendê-lo junto à diretoria da Gávea, sobretudo porque vem se recuperando de lesão na coxa, o que mostra que a sua resistência física já não é a mesma como há dez anos:

“Há brecha no contrato, mas que diferença faz? O contrato dele termina em maio! Naquele parto que foi a renovação dele com o Flamengo, falou-se que, se ele recebesse uma proposta de fora, do Qatar ou dos Estados Unidos por exemplo, isso seria considerado, por ser uma boa saída para o Leo continuar sua carreira sem jogar em outro clube do Brasil”, concluiu Uram.