Após acidente com Busch, circuito da Nascar aumenta segurança

Os proprietários do Atlanta Motor Speedway, autódromo que receberá nesta semana as três divisões nacionais da Nascar, adicionará nos muros internos do circuito oval de 1,54 milhas barreiras de soft wall, material que absorve o impacto de colisões dos carros contra as muretas de proteção. A medida foi tomada após Kyle Busch fraturar uma perna e um pé depois de bater em um muro interno na etapa de abertura da Xfinity Series, segunda principal divisão do torneio.

LEIA MAIS:
Logano vence a Daytona 500; veja os melhores momentos
Piloto da Nascar sofre fraturas após acidente e está fora da Daytona 500

Tanto representantes da Nascar quanto do autódromo se reuniram na última segunda-feira (23) para definir as características de segurança do circuito e determinar qual o número de melhorias serão feitas nos atuais sistemas de barreira. As mudanças incluirão a proteção do muro na saída da curva um, além de instalar uma barreira de pneus na parte interna da curva quatro para aumentar os esforços para a segurança dos pilotos.

De acordo com jornalistas nos Estados Unidos, os autódromos de Kentucky e de Talladega, este último um superspeedway como Daytona, também estão promovendo melhorias nos sistemas de segurança de seus circuitos para evitar acidentes como o ocorrido com Kyle Busch.

A programação da Nascar em Atlanta será iniciada na sexta-feira (27), com a realização de treinos das três divisão. A Camping World Truck Series e a Xfinity Series realizam suas provas no sábado, enquanto a Sprint Cup, mais importante torneio nacional da categoria, terá sua corrida no domingo.

Foto: Jason Getz



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.