Anderson Silva rompe silêncio e nega doping: “Não sei do que me desculpar”

Anderson Silva

O ex-campeão dos pesos médios do UFC, Anderson Silva, rompeu o silêncio e se pronunciou sobre o caso de doping no qual se envolveu após o UFC 183, no fim de janeiro. O lutador brasileiro negou que tenha usado substâncias proibidas, razão pela qual afirmou “não saber do que se desculpar”.

LEIA MAIS
Anderson Silva falta em audiência, e é suspenso temporariamente; Entenda

Anderson falou em sua conta no Instagram e reclamou da “pressa” que ele atribuiu a “algumas pessoas” em condená-lo. O lutador foi pego em dois exames realizados antes da luta contra Nick Diaz, vencida pelo brasileiro, mas que pode acabar registrada como um “no contest”, quando o resultado é cancelado e ninguém sai vencedor.

O Spider também afirmou ter uma lista de todos os medicamentos utilizados a partir da grave fratura na perna sofrida na luta contra Chris Weidman, em dezembro de 2013, quando o brasileiro acabou afastado dos octógonos por mais de um ano.

Confira a íntegra do pronunciamento de Anderson Silva:

Não falarei nada sobre quem sou ou que fiz e passei até chegar aqui.

O que me importa agora é o respeito dos que me acompanharam até este momento da minha carreira.

Sangrei, sofri e lutei porque amo e porque sempre quis honrar e defender a bandeira do país que tanto amo.

Não sei do que me desculpar, pois ainda aguardo o resultado dos exames e a análise dos médicos e especialistas que trabalham para revelar a verdade.

Todos os remédios que tomei desde a minha fratura estão sendo analisados. Busco a verdade tanto quanto todos que se surpreenderam com os resultados divulgados.

Em dezoito anos de carreira, nunca tive problemas com exames. Sempre joguei limpo. Nunca fui trapaceiro.

Dentro e fora do octógono jamais vacilei no respeito aos princípios que sempre me pautaram. Com muita honra e dignidade defendi meu País onde quer que lutei.

Nunca usei qualquer substância para aumentar minha performance nas lutas.

Amo o que faço e jamais poria em risco o que levei tanto tempo para construir.

Acho injusta a pressa que alguns têm em me condenar.

O tempo que se leva para destruir uma reputação é infinitamente menor do que aquele empenhado em construí-la.

Sou o maior interessado no esclarecimento desse episódio. Quero que os que sempre me prestigiaram saibam que continuo lutando para que todas as sombras sobre esse triste episódio sejam dissipadas.



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.