Acusado de agredir ex-namorada, Kurt Busch é suspenso da Nascar

A Nascar suspendeu por tempo indeterminado Kurt Busch por conta da acusação de agressão contra a ex-namorada do piloto, onde o piloto foi considerado culpado de acordo com a decisão tomada pela Corte Familiar do Estado de Delaware, nos Estados Unidos. A punição, anunciada na noite da última sexta-feira (20), tem validade imediata e retira o Kurt da disputa da Daytona 500, etapa de abertura da Sprint Cup, a principal divisão da categoria dos stock cars americanos.

LEIA MAIS:
Piloto da Nascar diz que ex-namorada é assassina profissional

Segundo a nota, o piloto da Stewart-Haas “está suspenso de correr e de participar de qualquer evento organizado pela entidade até segunda ordem”. Busch também terá de fazer uma avaliação de sua saúde mental, além de se manter pelo menos cem metros longe de sua ex-namorada, Patricia Driscroll e de seus filhos durantes as provas da Nascar.

O caso entre Busch e Driscroll ganhou fama no início deste ano, quando o piloto alegou durante uma audiência que sua ex-namorada teria confessado ser uma “assassina internacional”, e mostrado-lhe fotos de pessoas mortas por tiros. Ainda segundo Busch, Patricia diz ter atuado em “missões na América do Sul e na África”.

O vice-presidente da Stewart-Hass Racing, Joe Custer, disse através de nota entender “a posição da Nascar sobre Kurt Busch e aceitamos a sua decisão”. A equipe ainda não decidiu quem correrá no lugar de Busch em Daytona, mas o favorito para a substituição é Regan Smith, titular da equipe na Xfinity Series, segunda principal divisão nacional da categoria.

Kurt Busch possui um histórico de confusões: em 2005 foi demitido da equipe Roush Fenway após ser pego dirigindo embriagado. Atuou na Penske por seis anos, mas foi mandado embora após tratar mal um repórter da ESPN na última corrida de 2011. O piloto está na Stewart-Haas desde 2014, e ano passado disputou às 500 Milhas de Indianápolis, prova do calendário da IndyCar, pela equipe Andretti.

Foto: Robert Laberge



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.