Mercado da bola: Tardelli aceita proposta da China e consulta CBF por permanência na seleção

O atacante Diego Tardelli já tem a sua decisão e quer deixar o Atlético-MG para se transferir para a China. O jogador já aceitou a proposta financeira do Shandong Luneng, que mostra interesse na sua contratação e agora espera um acerto do clube com a equipe mineira.

LEIA MAIS
“O mercado da bola nos deu uma porrada”, afirma presidente do Atlético-MG
Opinião: Seria melhor para o Atlético-MG a saída de Diego Tardelli

“Claro que é uma proposta muito boa, que pode mudar minha vida financeira e da minha família. Acredito que todo jogador queria estar no meu lugar neste momento. Se tiver que ir, vai ser bom para mim. Se tiver que ficar, vou ficar mais feliz ainda porque já estou acostumado com o clube e com a torcida. Mas é como falei, é uma proposta boa, irrecusável, então é esperar essa semana e ver o que define”, disse Diego Tardelli.

O jogador quer definir a situação da sua transferência nesta semana. Tardelli não deixa de pressionar a diretoria atleticana. “Faz parte da vida do atleta e de qualquer pessoa que trabalha, um aumento de salário. Deixei claro minha situação e o carinho que tenho pela torcida, sempre manifestei isso. Quando voltei do Catar, não foi por dinheiro, mas sim para ganhar títulos e entrar para a história. Acredito que entrei, fiz o meu papel e agora tenho que pensar um pouco em mim e no meu futuro. Já tenho 30 anos e acho uma coisa normal”, comentou.

Já com pensamento na China, Tardelli procurou informações junto a CBF para saber se a sua transferência poderia fechar as portas na seleção brasileira. “Já tive um contato com alguém da Seleção. Isso me deixou mais tranquilo ainda, se uma possível transferência para o futebol chinês ocorrer. Deixei uma boa imagem na Seleção e acho que o Dunga é muito coerente nisso, com relação aos jogadores que atuam fora do país. Eles me deixaram muito tranquilos, então vamos esperar o que vai dar. Não é uma porta que se fecha, caso aceite a proposta”, destacou.

A diretoria do Atlético, por sua vez, adota pulso firme e tenta aumentar a proposta para vender Tardelli. O clube deseja receber 10 milhões de euros, ou um valor aquém, mas com a inclusão de um jogador brasileiro do elenco do Shandong Luneng.

“Por isso estou esperando, o presidente está vendo o que vai ser melhor para o clube e para mim e o momento é de esperar e ver o que vai acontecer até o final da semana. Não adianta eu falar uma coisa e acontecer outra, está na mão do Daniel e do meu empresário”, ressaltou Tardelli.



Jornalista, foi repórter do UOL Esporte por sete anos, nos últimos quatro, como setorista do Atlético-MG. Cobriu também Cruzeiro, vôlei, UFC, natação. Formado pela Newton Paiva, é colaborador em Belo Horizonte do Torcedores.com