Por onde anda Edenílson, campeão da Libertadores e Mundial pelo Corinthians?

Reprodução/Instagram

Ele chegou no Corinthians como volante, porém se consagrou jogando na lateral direita. É assim que Edenílson foi campeão brasileiro, da Libertadores, Mundial, da Recopa e do Paulistão pelo clube alvinegro. Vendido pelo Timão, o jogador foi para a Udinese, porém não é lá que ele se encontra atualmente.

LEIA MAIS
Por onde anda Scheidt, ex-zagueiro do Grêmio e Corinthians?
Por onde anda Finazzi, ex-artilheiro do Corinthians?
Veja por onde anda Liedson, ex-Corinthians e Flamengo

Edenílson começou nas categorias de base do Caxias-RS, onde como volante foi revelado em 2009 e no ano seguinte se consagrou campeão do interior do Campeonato Gaúcho. Pelo próprio time do Rio Grande do Sul, ele chamou atenção de alguns clubes do Brasil, porém com aval de Tite, o atleta chegou ao Parque São Jorge.

Edenílson desembarcou no Timão em um ano bom. Como em 2011 ele chegou como volante, para sua posição tinha ninguém menos que Paulinho, que viraria um de seus melhores amigos dentro do Corinthians e assim foi reserva na campanha que culminaria no pentacampeonato brasileiro do clube alvinegro.

No ano seguinte, como o Corinthians só tinha Alessandro para a lateral direita e o mesmo se machucou, Edenílson viraria titular na nova posição onde jogou o Paulistão e alguns jogos da Libertadores. O camisa 2 do Timão chegou a ser em algumas oportunidades reserva do gaúcho, porém Edenílson também se machucaria em um jogo da Libertadores e assim, mesmo não estando 100%, Alessandro voltaria para a posição.

Como a equipe foi campeã da Libertadores, Edenílson também foi relacionado na lista dos 23 que viajaram para o Japão no fim daquele ano. Voltou campeão e se tornou um reserva ideal para o Corinthians, já que jogava como lateral e também como volante.

Em 2013, Edenílson completou 100 jogos pelo Corinthians e seguia conquistando mais títulos pelo clube. Naquela temporada levantou o caneco do Paulistão e também o da Recopa sobre o rival São Paulo. No início de 2014 ele sairia por um valor considerável para a Udinese, da Itália. A equipe italiana pagou cerca de R$ 11 milhões de reais pelo futebol do jogador.

Não teve um início do jeito que esperava. Como a Udinese tinha ocupado todas as vagas para jogadores extra-comunitários a volta de Edenílson ao Corinthians foi cogitada, mas Edenílson ficou por lá. Não estreou pelo time “Zebrette” e seis meses depois foi emprestado para o Genoa.

Hoje Edenílson está atuando pelo próprio Genoa, onde jogou mais da metade dos jogos da equipe. Em 17 partidas, o ex-corintiano esteve em 11 partidas e não atuou os 90 minutos completos em apenas uma oportunidade. Ele ainda não balançou as redes pelo clube.

Ainda no time italiano, ele reencontrou seu adversário da final Libertadores de 2012 e autor do único gol do Boca Juniors em ambos confrontos contra o Corinthians, Facundo Roncaglia.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.